Saúde | 24-03-2016 00:10

USF de Abrantes reduz em 40% número de utentes sem médico de família

A abertura da Unidade de Saúde Familiar (USF) de Abrantes, prevista para Abril, vai permitir uma redução de cerca de 40% do número de utentes sem médico atribuído, que corresponderá a cerca de 4.500 utentes.Segundo a Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo, o concelho de Abrantes tem hoje cerca de 35.800 utentes inscritos, dos quais cerca de 10.900 utentes sem médico de família. "Com o arranque da nova Unidade de Saúde Familiar (USF) de Abrantes prevê-se uma descida significativa, na ordem dos 40%, de redução do número de utentes sem médico atribuído do concelho, que corresponderá a cerca de 4.500 utentes", referiu fonte oficial da ARSLVT.A Câmara de Abrantes fez um investimento de um milhão e cinquenta mil euros no novo equipamento de saúde, no centro da cidade, que vem substituir o antigo centro de saúde, a funcionar dentro do hospital de Abrantes, em instalações cedidas pelo Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT).Os processos de aquisição de equipamento diverso para recheio da nova USF, conduzidos pelos serviços centrais da ARSLVT, tiveram um encargo que ascendeu aos 80 mil euros, informou a entidade de saúde. A nova USF de Abrantes tem, nesta fase inicial, uma equipa de profissionais que conta com 5 médicos e ainda com cinco enfermeiros e quatro administrativos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1363
    08-08-2018
    Capa Médio Tejo