Saúde | 25-11-2017 21:30

Centro Hospitalar do Médio Tejo investe 6,5 milhões de euros

Centro Hospitalar do Médio Tejo investe 6,5 milhões de euros

Estes investimentos nos hospitais de Abrantes, Torres Novas e Tomar permitem um reforço de competências.

O Centro Hospitalar do Médio Tejo vai Investir 6,5 milhões de euros nos hospitais de Abrantes, Torres Novas e Tomar.

Estes são investimentos que permitem um reforço de competências e geram sinergias para serem aproveitadas por toda a região do Médio Tejo,e assumem uma importância decisiva para a qualidade de vida dos cidadãos, disse este sábado, Manuel Delgado, Secretário de Estado da Saúde no final de uma visita ao hospital de Abrantes .

Os investimentos, a concretizar até final de 2019, referem-se à requalificação e expansão da Urgência Médico-Cirúrgica na unidade hospitalar de Abrantes (1,5 ME), e intervenções nas três unidades hospitalares de Abrantes, Tomar e Torres Novas para sustentabilidade e eficiência energética no âmbito de uma candidatura conjunta apresentada pelo CHMT e o Serviço de Utilização Comum dos Hospitais (SUCH), ao programa operacional POSEUR, num projeto de cinco milhões de euros que vai contar com um apoio comunitário de 85%.

A presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque (PS), que também preside à Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT), afirmou que o seu município está “disponível para fazer parte da solução, ajudando financeiramente na componente nacional necessária” para a requalificação das urgências, e sublinhou que, “com melhores condições de trabalho, ganham os profissionais de saúde e ganha a população, que passa a ser mais bem servida”.

A autarca alertou ainda o governante para a importância de “desbloquear e ajudar” a transferir os cuidados primários que ainda funcionam no hospital para a antiga Casa de Saúde, num outro ponto da cidade, “libertando espaço no interior do hospital para as obras de requalificação da Urgência”.

O presidente do Conselho de Administração do CHMT, Carlos Andrade, adiantou que os investimentos anunciados são para concretizar num prazo que estimou será antes do final de 2019, e que resultam de um trabalho articulado entre todos os parceiros.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1373
    17-10-2018
    Capa Médio Tejo