uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Estudantes de Minde sem aulas de natação

Sem dinheiro para pagar aulas nas piscinas municipais
Edição de 19.03.2003 | Sociedade
Os alunos da Escola Básica 2/3 de Minde estão desde esta segunda-feira sem aulas de natação, no âmbito da disciplina de Educação Física, nas piscinas municipais daquela vila do concelho de Alcanena. O aviso já chegou aos pais e encarregados de educação assinado pela presidente do conselho executivo dessa escola. O MIRANTE teve acesso ao documento onde se justifica a situação dizendo que a Câmara de Alcanena “achou por bem suspender as aulas de natação” devido à Direcção Regional de Educação de Lisboa (DREL) e Vale do Tejo “não ter atribuído a verba necessária para a frequência das piscinas por parte dos alunos” dessa escola. O vereador da Educação da Câmara de Alcanena, Daniel Café, confirma que a DREL não disponibilizou às escolas em 2003 verbas para esse fim, mas garante que não proibiu qualquer escola – e a E. B. 2/3 de Alcanena está nas mesmas condições – de utilizar as piscinas municipais, seja as de Minde seja as de Alcanena. “O que eu disse aos orgãos de gestão das escolas é que podem continuar a utilizar as piscinas desde que garantam o pagamento desse serviço. Se a DREL entretanto não colocar verbas em orçamento, as escolas, se entenderem que a natação é uma prioridade, podem utilizar as piscinas e ficar a dever à câmara”, afirmou ao nosso jornal Daniel Café, acrescentando que as verbas em causa nem são muito elevadas.Para o autarca, que já manifestou o seu desagrado pela situação em ofício enviado recentemente à DREL, “se o Ministério da Educação entende que as crianças devem ter acesso a aulas de natação deve suportar essa despesa, já que é uma responsabilidade sua”. Ou então, diz o mesmo vereador, “as próprias escolas, que têm receitas próprias, poderão assumi-la”.O MIRANTE tentou falar ao longo de terça-feira com a responsável da DREL, Isabel Soares Carneiro, mas tal não foi possível. O contacto que se tentou estabelecer com a responsável do gabinete de imprensa do Ministério da Educação também saiu gorado.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...