uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Chambel coordena Bombeiros e Protecção Civil

Joaquim Chambel foi nomeado quinta-feira, dia 17, como novo coordenador do Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil (SNBPC) do Distrito de Santarém. Na terça-feira, dia 22, o novo responsável reuniu com o governador civil de Santarém, Mário Albuquerque, para definir estratégias de actuação.

Edição de 23.04.2003 | Sociedade
Esta nomeação surge na sequência do processo de fusão do Serviço Nacional de Bombeiros e da Protecção Civil, que entrou legalmente em funcionamento no dia 31 de Março. Recorde-se que Joaquim Chambel era até agora o inspector distrital do Serviço Nacional de Bombeiros (entidade que superintendia as corporações de bombeiros). Com a sua entrada para o novo serviço, saiu o anterior coordenador da protecção civil distrital, Raúl Violante. Segundo o governador civil, esta nomeação deverá ser temporária, uma vez que é intenção do Governo, em data a anunciar, promover um concurso público para as funções de coordenador do novo serviço. “Neste momento havia a urgência em arranjar uma pessoa para o lugar, uma vez que se aproxima a época de fogos florestais”, explicou Mário Albuquerque. Lembre-se ainda que para este lugar chegou a estar indicado Pombo Mendes, oficial da PSP aposentado, e antigo comandante dos Bombeiros Municipais do Cartaxo. Falta agora definir o local onde será instalado o novo serviço. Neste momento a parte administrativa ficará a funcionar nas antigas instalações da protecção civil, no governo civil. A parte operacional vai operar a partir do Centro Coordenador Operacional de Tomar. Recorde-se que antes da entrada no novo Governo PSD, tinha sido decidido fazer a adaptação das antigas instalações da direcção de finanças de Santarém, no edifício do governo civil, para aí instalar o serviço. As obras, com um custo de 189.010,95 euros, ainda estão a decorrer e prevê-se que estejam prontas em Junho. No entanto as instalações vão ser cedidas ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, uma vez que, segundo Mário Albuquerque, estas não reúnem as condições técnicas para albergar o SNBPC.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...