uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Euro 2004 passa pelo Ribatejo

Euro 2004 passa pelo Ribatejo

Estalagem de Santa Justa, em Coruche, vai ser o centro de treino e alojamento da Croácia

O Ribatejo está no mapa do Euro 2004. A selecção da Croácia vai ficar instalada na estalagem do Sorraia, no concelho de Coruche, um dos poucos locais do interior escolhidos para acolher uma das selecções participantes no europeu de futebol. Rio Maior não teve a mesma sorte e o centro de estágios não vai receber nenhuma selecção.

Edição de 07.01.2004 | Desporto
A Estalagem do Sorraia, situada na aldeia de Santa Justa, freguesia do Couço, concelho de Coruche, vai ser o centro de treino e alojamento da selecção croata de futebol, que irá participar no Euro 2004, que se realiza no nosso país, de 12 de Junho a 4 de Julho deste ano. Os croatas escolheram inicialmente Ofir, na região norte, mas o facto de realizarem jogos em Coimbra, Leiria e Lisboa, e as condições que encontraram na Estalagem do Sorraia, levaram os responsáveis pela selecção onde joga o benfiquista Tomo Sokota a decidirem-se pela unidade hoteleira ribatejana.A decisão foi tomada no início desta semana e foi confirmada ao nosso jornal na terça-feira, dia 6, pela proprie-tária da estalagem. Fernanda Teles ficou bastante satisfeita, mas diz que a notícia não foi propriamente uma surpresa. “Para quem trabalha o ano inteiro com o futebol, era legítimo sonhar com este desfecho. É claro que estou satisfeita até porque não sabemos se vamos ter outra competição como esta em Portugal”, afirmou.A selecção principal da Croácia vai ficar na Estalagem do Sorraia de 8 a 22 de Junho, dia do final da primeira fase, mas poderá prolongar a estadia se a equipa se apurar para a segunda fase, ou seja, se ficar num dos dois primeiros lugares do seu grupo, que inclui a França, actual campeã europeia, a Inglaterra e a Suiça.Luxo no Ribatejo profundoA Estalagem do Sorraia, situada na Herdade do Monte Novo, em Santa Justa, freguesia do Couço, concelho de Coruche, foi inaugurada em Julho de 2002 e custou cerca de 10 milhões de euros. O alojamento é constituído por 34 quartos espaçosos, entre os quais duas suites, decorados com cores puramente ribatejanas. Os quartos estão todos em piso térreo numa casa que encontra paralelo em muitos pontos da região, sendo pintada a branco com traços azuis. A acompanhar os aposentos, a Estalagem do Sorraia possui um vasto leque de outras opções de lazer e equipamentos, incluindo piscina, court de ténis, campos de futebol de praia, voleibol, basquetebol e, claro, futebol. Os dois campos de futebol ainda não estão concluídos, mas Fernanda Teles garante que no final de Abril, um mês antes da vinda dos croatas, tudo estará concluído.Sokota, Simic, Mornar, Olic & companhiaPara os portugueses, o jogador mais conhecido da selecção da Croácia é o avançado benfiquista Tomo Sokota, que deverá ser um dos convocados pelo técnico Otto Baric, que substituiu o ex-treinador do Sporting Mirko Jozic, que abandonou o cargo depois de não ter conseguido levar a Croácia além da fase de grupos do Mundial de 2002.Além de Sokota, destacam-se na equipa croata o defesa Dario Simic, os médios Ivica Mornar, e Marko Babic e os avançados Dado Pršo e Ivica Olic. A fase de qualificação da Croácia para o Euro 2004 não começou da melhor forma, com os croatas a não irem além de um empate em casa, ante a Estónia, no primeiro encontro do Grupo 8. Seguiu-se uma derrota com a Bulgária e só no terceiro jogo surgiu a primeira vitória, frente à Bélgica.Seguiram-se vitórias na Estónia e Andorra e nova derrota, desta vez na Bélgica. Croatas e Belgas ficaram então no segundo lugar do grupo, com a Bulgária a garantir o apuramento após uma vitória em Andorra. A Croácia tinha uma vantagem de 5-2, na relação com a Bélgica entre golos marcados e sofridos, e uma vitória frente à Bulgária, graças a um golo de Olic no último jogo, valeu um lugar nos “play-offs”.Os vizinhos eslovenos foram o adversário seguinte, no caminho para Portugal, e o encontro da primeira mão, em Zagreb, terminou empatado a uma bola. Na segunda mão a Croácia venceu por 1-0 carimbando o passaporte para o Euro.O sorteio dos grupos ditou que a Croácia ficasse no grupo B, que terá sede em Coimbra, e onde estarão também as selecções da França, Inglaterra e Suiça.Os croatas já anunciaram a lista de jogos particulares que servirão de preparação para a fase final do Euro. O primeiro jogo será com a Alemanha, vice-campeã mundial, em Split, a 18 de Fevereiro, seguindo-se a Turquia em Zagreb, a 31 de Março. A 28 de Abril, a Croácia deverá jogar com a Bósnia-Herzegovina, em Sarajevo, a 29 de Maio o adversário será a Roménia, e a 5 de Junho a Eslováquia em Zagreb.Para o Europeu, a croácia joga no dia 13 de Junho, às 17h00, em Leiria, com a Suíça, no dia 17, às 19h45, joga em Coimbra, e no dia 21, à mesma hora, joga com a Inglaterra no Estádio da Luz.Dionísio Mendes, presidente da Câmara de Coruche“Uma dupla vantagem para o concelho”O presidente da Câmara de Coruche, Dionísio Mendes, ficou bastante satisfeito com o facto da selecção croata ter escolhido a Estalagem do Sorraia. “Acho que é óptimo. É o aproveitamento de um grande equipamento existente e que a começar assim abre grandes perspectivas”, disse o autarca.Dionísio Mendes está consciente que a presença da equipa da Croácia vai trazer “uma dupla vantagem para o concelho”, quer pela promoção através da muita comunicação social que vai acompanhar os croatas, quer através da dinamização que isso irá trazer ao comércio local.Questionado sobre a possibilidade da imagem do concelho ficar prejudicado com os problemas que se registam a nível das acessibilidades, nomeadamente nas pontes que dão acesso à vila, o presidente da câmara garantiu que dentro de três meses as obras na ponte do Sorraia velho já estarão concluídas.Rui Manhoso, presidenteda Associação de Futebol“Vai-se falardo distrito”O presidente da Associação de Futebol de Santarém também ficou deveras satisfeito com a escolha da Estalagem do Sorraia para sede da equipa croata. Rui Manhoso elogia “o excelente trabalho de casa feito pela proprietária” da unidade hoteleira, que assim conseguiu trazer o Euro à região.O dirigente diz que a associação vai-se disponibilizar para colaborar com Fernanda Teles e com os responsáveis croatas, no sentido de facilitar ao máximo a sua estadia. Uma das possibilidades e a marcação de jogos de treino com equipas da região.Diamantino Ramalho,presidente da JuntaUm orgulho para o CouçoSatisfeito e orgulhoso. É assim que o presidente da Junta de Freguesia do Couço, Diamantino Ramalho, se sente com a escolha da estalagem situada na sua freguesia para acolher uma das participantes do Euro 2004.“Para a junta é uma boa notícia e estamos deveras satisfeitos. Tudo faremos para dar apoio à organização e já transmitimos a nossa disponibilidade à proprietária da estalagem”, disse o autarca do Couço, garantindo que os problemas que se passaram para a construção do campo já estão ultrapassados.“Por parte da população não haverá qualquer problema. Estamos todos de braços abertos e orgulhosos e estamos confiantes que depois da Croácia mais equipas virão estagiar ao Couço”, completou Diamantino Ramalho.Rio Maior de foraIndicado inicialmente como um dos 25 centros de treino e alojamento do Euro 2004, o Centro de Estágios e Formação Desportiva (CEFD) de Rio Maior, afinal não vai receber nenhuma das equipas participantes na prova “portuguesa” e até a possibilidade de vir a acolher os árbitros parece estar posta de parte.A confirmação foi dada ao nosso jornal por Carlos Canudo, coordenador do CEFD de Rio Maior, que garantiu que não houve qualquer contacto nesse sentido por parte da Uefa.
Euro 2004 passa pelo Ribatejo

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...