uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Almeirim adere à empresa Águas do Ribatejo

Edição de 07.01.2004 | Política
A adesão da Câmara de Almeirim à futura empresa Águas do Ribatejo foi aprovada na reunião do executivo de 5 de Janeiro. A decisão teve os votos favoráveis do PS (5), a abstenção do vereador do PSD e o voto contra da vereadora da CDU. A discussão foi protago-nizada, essencialmente, pela CDU e pelo PS. A vereadora da CDU, Manuela Cunha, considerou que a constituição de uma empresa de capitais maioritariamente públicos não era a única solução, acrescentando que a entrada de um parceiro privado, com 49% do capital, e uma gestão baseada em critérios de rentabilidade vai afectar os consumidores. Numa declaração de voto, a vereadora sublinhou que as tarifas da água vão aumentar com a constituição da empresa. Disse ainda que o abastecimento de água tem sido até agora um serviço lucrativo para a autarquia, podendo passar a ser deficitário. Nesse sentido justificou que uma empresa que se vai reger por taxas de rendibilidade não vai fazer investimentos onde não possa obter lucro.O presidente da câmara, José Sousa Gomes (PS), disse que a adesão à Águas do Ribatejo apresenta, em relação a outros sistemas existentes no país, vantagens evidentes. “O capital social é maioritariamente público e não exige nenhum esforço financeiro das autarquias (que entram apenas com os seus equipamentos). Possibilita o acesso aos fundos de coesão para concretização dos investimentos que, de outro modo, não estava ao alcance das autarquias”, sublinhou. Sousa Gomes afirmou ainda que “está prevista a selecção do parceiro privado por critérios estabelecidos pelas autarquias”. Neste momento, há já alguns interessados em entrar na empresa como a Águas de Portugal e a Somague. Por último, vincou o facto da constituição da empresa assentar “num estudo de viabilidade económica e financeira muito bem elaborado (...) ao ponto de merecer a aprovação unânime de todas as câmaras da Associação de Municípios da Lezíria do Tejo”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...