uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Polis chega a Azambuja

Sete milhões de euros para requalificar zona histórica

O núcleo mais antigo de Azambuja, no centro da vila, vai ser requalificado até ao final de 2006. A câmara viu finalmente aprovado o projecto integrado no programa Polis que prevê um investimento de sete milhões de euros, um milhão a menos que o reivindicado pela autarquia.

Edição de 07.01.2004 | Política
O investimento será assumido pelo Polis (55 por cento), crédito bancário com taxas bonificadas (35 por cento) e investimento próprio da câmara (10 por cento). O projecto elaborado pelos técnicos da autarquia foi elogiado pelo gabinete do Ministro das Cidades, Ordenamento do Território e Ambiente, Amilcar Theias.A câmara já tinha avançado com a reconversão da Rua Espírito Santo por sua conta e risco, mas o projecto prevê também intervenções nas ruas Victor Cordão e Moniz da Maia (rua principal) com concursos a lançar ainda este mês para colocação de novas redes de água e esgotos e novos pavimentos. As obras na rua principal só avançam depois da Feira de Maio para não prejudicar a festa. A rotunda poente de Azambuja também será contemplada com o programa de requalificação.O Polis vai abranger ainda a construção de um jardim no terreno das actuais oficinas municipais que serão transferidas para um novo complexo a construir junto da Santa Casa da Misericórdia de Azambuja.O projecto do novo estaleiro municipal está avaliado em um milhão de euros e prevê oficinas, armazéns e depósitos municipais para máquinas e equipamentos. A obra já tem garantida uma comparticipação de 50 por cento por parte da secretaria de Estado da Administração Local.Apesar do Polis ter ficado aquém da expectativa da câmara, o presidente Joaquim Ramos (PS) considera que a candidatura aprovada satisfaz os objectivos propostos. O edil alerta os comerciantes e munícipes para os incómodos causados pela realização das obras, mas salienta as vantagens da requalificação.Entretanto a autarquia está a sensibilizar os proprietários dos prédios na zona nobre da vila para que procedam á sua recuperação e já deram entrada na câmara alguns processos para reabilitação de imóveis antigos.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...