uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Clubes solidários com a Associação

Clubes solidários com a Associação

Responsáveis das 15 equipas da primeira divisão distrital reuniram-se em Santarém

Os 15 clubes que disputam actualmente o Campeonato Distrital da Primeira Divisão da Associação de Futebol de Santarém (AFS) estão solidários com a direcção do organismo que tutela o futebol do distrito e com os seus dirigentes - Rui Manhoso (presidente) e Agnelo Alexandre (vice-presidente).

Edição de 21.01.2004 | Desporto
Numa conferência de imprensa realizada no dia 15 de Janeiro, quinta-feira, o presidente do Monsanto, Vasco Aparício, foi o porta-voz dos 15 clubes na leitura de um documento onde é manifestado “o mais claro, insofismável e inequívoco apoio aos órgãos da Associação de Futebol de Santarém” e aos referidos dirigentes a quem os clubes expressam “toda a solidariedade institucional e pessoal”.O encontro com os jornalistas aconteceu um dia depois de uma reunião entre a direcção da AFS e os clubes, realizada no dia 14, na Casa do Brasil, em Santarém, e surgiu na sequência do que o comunicado dos 15 clubes define como “graves acusações, insinuações e ofensas” feitas pelo dirigente do Benfica do Ribatejo, Alves Gomes, de que o nosso jornal fez eco na edição de 15 de Janeiro.Os clubes garantem que as acusações proferidas por Alves Gomes não correspondem à verdade e afirmam que “só podem ser ditas com intuitos não sérios e que, embora desconhecendo-se os seus propósitos, visam prejudicar gravemente a credibilidade dos agentes desportivos”.Os representantes dos clubes da primeira divisão distrital colocam-se ao lado da direcção da AFS, para que ela use de toda a firmeza e determinação para continuar a defender o seu bom-nome, dos seus dirigentes e dos seus associados recorrendo, caso entenda necessário, às competentes vias judiciais.Na discussão que se seguiu à leitura do comunicado, Rui Manhoso garantiu que ainda não sabia se efectivamente tinha entrado em tribunal alguma pedido de providência cautelar para parar os campeonatos, mas manifestou-se tranquilo quanto a essa hipótese. “Estamos tranquilos, porque cumprimos todos os preceitos impostos pelo regulamento oficial”.O presidente da AFS, deu conhecimento de um ofício da Federação Portuguesa de Futebol que referia o envio de um documento de Alves Gomes ao secretário de Estado do Desporto, a acusar a Associação de estar em situação irregular quanto à falta de exames médicos aos agentes desportivos nela filiados.Rui Manhoso garantiu no entanto que é um falso problema porque, segundo disse “nenhum jogador é inscrito sem que apresente o atestado médico que o considere apto para a prática da modalidade”.Por fim, os dirigentes dos clubes presentes garantiram também total confiança no Conselho de Arbitragem e nos árbitros que semanalmente arbitram os seus jogos, e apenas lamentaram a falta de centros de medicina desportiva.
Clubes solidários com a Associação

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...