uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Mais apoio aos trabalhadores estrangeiros

União de Sindicatos de Santarém cria comissão para questões de imigração
Edição de 21.01.2004 | Economia
A União dos Sindicatos de Santarém (USS), afecta à CGTP-Intersindical, vai criar uma comissão distrital para as questões de imigração, dado o enorme peso destes trabalhadores no distrito e a necessidade de enquadrar a sua participação sindical.Esta foi uma das alterações aos estatutos da USS introduzidas no congresso distrital que decorreu em Santarém na sexta-feira, com a participação de 121 delegados sindicais dos vários sectores de actividade da região.Valdemar Henriques, coordenador da USS, disse à Agência Lusa que a comissão integrará dirigentes sindicais dos sectores que empregam maior número de imigrantes e líderes de opinião das diversas comunidades.O mesmo responsável disse ainda que a comissão irá recolher sugestões, propostas e aspirações e calendarizar iniciativas no sentido da defesa dos direitos, exigência do cumprimento da lei, reconhecimento das qualificações profissionais e inserção social dos trabalhadores estrangeiros.A USS tem desenvolvido nos últimos anos uma série de iniciativas para esclarecer e apoiar a legalização e resolução de problemas laborais e de inserção da comunidade imigrante do distrito, que, segundo Valdemar Henriques, representa já dez por cento da população activa da região.O congresso aprovou ainda o alargamento dos elementos da direcção da USS de 11 para 15, para que haja um maior número de sectores de actividade representados e uma “maior operacionalidade de trabalho, dadas as ofensivas e os atentados aos direitos dos trabalhadores e as tentativas de descaracterização do processo democrático actualmente em curso no país”.O balanço feito pelo coordenador da USS ao último quadriénio é “bastante crítico”, sobretudo em matéria de conquistas salariais, mas ao mesmo tempo de “consciência do contributo” da intervenção sindical para que os objectivos do patronato não fossem totalmente alcançados, disse.Valdemar Henriques salientou ainda o elevado aumento do desemprego - que, na região, assegurou, será o dobro dos 17.000 desempregados referidos pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional - e o aumento dos vínculos laborais precários.Lusa

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...