uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Rua Miguel Bombarda deve reabrir ao trânsito

Comerciantes de Torres Novas mudam de opinião
Edição de 21.01.2004 | Economia
A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Torres Novas, Entroncamento, Alcanena e Golegã (ACIS) já fez chegar à Câmara de Torres Novas um abaixo-assinado dos empresários da Rua Miguel Bombarda, no centro histórico da cidade, pedindo a reabertura da via ao trânsito.“Só não muda de opinião quem a não tem”, justifica António Pinhão Nunes, presidente da ACIS. A rua em referência foi calcetada e encerrada ao trânsito, excepto para cargas e descargas e para moradores, de acordo com o projecto de remodelação e revitalização do centro histórico da cidade e à semelhança do que tinha acontecido com a rua Alexandre Herculano. Em Setembro último, a maior parte dos empresários sediados na Miguel Bombarda defendia que a rua continuasse encerrada. “Fizemos um inquérito e 42 comerciantes e moradores querem que a rua continue sem trânsito. Há menos poluição, menos barulho e as pessoas podem passear livremente”, afiançava Silvina Rodrigues, também estabelecida na mesma via. Na opinião desta comerciante, o problema não está no encerramento da rua à circulação automóvel, mas antes na crise que se faz sentir em todos os sectores.Uma das raras vozes discordantes desta opinião era Martinha Martins que atribuía ao encerramento da rua o decréscimo das vendas. Meses depois, segundo a ACIS, a maioria dos comerciantes desta zona da cidade veio dar razão à queixosa.“No fim do ano, não houve o acréscimo de vendas que era esperado, daí que a opinião dos empresários tivesse mudado”, acrescenta António Nunes. E nos últimos tempos encerraram vários estabelecimentos comerciais nessa artéria.A requalificação da rua Cândido dos Reis, com que a Miguel Bombarda liga, poderá atenuar um pouco o problema, bem como a anunciada animação de rua, ainda não concretizada. A colocação à entrada da rua, do lado do Largo D. Diogo Fernandes de Almeida, de placas indicativas de todos os estabelecimentos comerciais existentes na Miguel Bombarda deve ser outra das medidas a tomar.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...