uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Promessas antigas foram concretizadas

Duas inaugurações num só dia em Moitas Venda
Edição de 21.01.2004 | Sociedade
Moitas Venda, aldeia e sede de freguesia do concelho de Alcanena, esteve em destaque no passado domingo, dia 18. Num só dia a população, que participou em massa, viu inauguradas duas obras por que esperava há largos anos: o jardim de Nossa Senhora da Assunção e a ampliação do jardim de infância.Quem não é de Moitas Venda poderá não perceber a importância que o pequeno jardim de Nossa Senhora da Assunção tem para aquela comunidade. O terreno foi doado por gente da terra e a promessa dos autarcas de arranjarem aquele espaço tem mais de 10 anos. Desta feita, com a comparticipação da junta de freguesia, presidida por Judite Carvalhos (ICA), e da Câmara Municipal de Alcanena foi possível concretizar obra orçada em cerca de 15 mil euros.Para além da doação feita por familiares de Joaquim Fernandes Ferreira, “Joaquim da Assunção”, outros residentes participaram na feitura desta obra. O muro que encima o jardim foi embelezado com um azulejo onde foram inscritos dois sonetos de Natália Sacramento, natural de Moitas Venda.A presidente da junta não poupou agradecimentos, pelo “apoio que tem recebido de todos” e pelo empenho que toda a câmara “em especial o vereador José João Silva”, natural de Moitas Venda, tem tido para a melhoria das condições de vida da população desta freguesia.Para o presidente da câmara, Luís Azevedo, a conclusão da obra vem provar que “as coisas não são ditas em vão. Passaram 10 anos, vários presidentes, mas o jardim está feito”.O jardim de infância foi ampliado com um refeitório e uma sala para prolongamento do horário lectivo. Este estabelecimento de ensino é frequentado por 15 crianças e foi adaptado de uma antiga escola primária com arquitectura do plano centenário. “Esta obra resulta de uma união entre o antigo, o plano centenário, e o moderno e penso que resultou um casamento perfeito”, opinou Luís Azevedo.O investimento, inteiramente financiado por dinheiros municipais, orçou em aproximadamente 100 mil euros. “Desde que haja vontade as obras necessárias acabam sempre por realizar-se”, afirmou o presidente da câmara.Depois destas melhorias, Moitas Venda fica a aguardar a construção do rinque e da elaboração do plano pormenor que possibilitará a edificação de um centro de dia.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...