uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Cidália José

Cidália José

“A política resulta de um conjunto de pessoas que fazem dessa actividade a sua vida e estão-se lixando se vão fazer a paz ou não. Andam ali... Tentam fazer alguma coisa para que a situação não piore, mas não estão lá de coração aberto”

28 anos, jardineira auxiliar. Torres Novas

Edição de 28.01.2004 | Agora falo eu
Gosta do inverno? Gosto. Tal como acontece com os animais, ficamos mais na nossa toca. Também gosto do Verão, mas o Inverno tem coisas boas, há mais sossego, estamos mais connosco próprios. Quando chega a casa o que gostaria de encontrar? Como vivo com o meu filho, sei sempre o que vou encontrar. Não tenho surpresas... Enfim, não gosto de receber uma má notícia, mas como não recebo o correio aqui isso também não é provável acontecer. Se lhe aparecesse o génio da lâmpada de Aladino pedia-lhe o quê? Pedia saúde mental para as pessoas, que é o que falta a muita gente e eu também corro esse risco. A cabeça trai-nos mais do que o corpo. É religiosa? Acredita em Fátima e na infalibilidade do Papa? Não sou, nem sou baptizada. Sou daquelas pessoas que recorrem quando estão aflitas. Esforço-me por acreditar em Fátima, mas não acredito, no Papa nem pensar. Em Fátima esforço-me porque vivo perto e as pessoas falam das aparições. E noutro tipo de crenças? Já alguma vez foi à “bruxa”, a uma cartomante ou vidente? Uma vez tive uma experiência engraçada. As pessoas a quem a conto riem-se, mas foi verdade. Dei uma queda e fiquei com as costas muito magoadas. Fui a um homenzinho e ele com umas rezas consertou-me as costas. Saí de lá, a dor foi aliviando e passou. Quando pega num jornal ou revista lê a astrologia? Actualmente, por curiosidade, leio, mas não ligo nada a isso. Gosto mais de ler na semana seguinte e ver se o que lá dizia bateu certo. Gosta de participar numa boa discussão ou evita o confronto? Hoje em dia esforço-me para ser mais frontal do que sou naturalmente. Já discuto mais do que dantes. Concorda com uma eventual revisão da lei de imprensa que de alguma forma restringisse a liberdade de expressão? Não concordo com as restrições, mas penso que todas as notícias deviam citar as fontes e os artigos deviam estar assinados. No fim de contas as notícias deviam responsabilizar quem as diz ou escreve e quem as divulga. Qual é a sua opinião da política e dos políticos? A política resulta de um conjunto de pessoas que fazem dessa actividade a sua vida e estão-se lixando se vão fazer a paz ou não. Andam ali... Tentam fazer alguma coisa para que a situação não piore, mas não estão lá de coração aberto. Era capaz de desempenhar um cargo político? Não, tenho curiosidade, mas nunca votei sequer. Seguiu as notícias e imagens do planeta Marte? Impressionou-a? Impressionar não sei, mas pelo menos gostei de ver. Se não custar muito dinheiro prossigam com as investigações. Desta vez viu-se alguma coisa do que eles andam a fazer. Que notícias gosta mais de ouvir ou ler e o que mais a irrita? No Natal não gosto de assistir a todas aquelas reportagens sobre os “sem abrigo”. Normalmente gosto de assistir aos debates no parlamento, ouvir aquele emaranhado de palavras... E gosto de ouvir o Presidente da República. Se algum dia tivesse oportunidade de exercer o poder, qual seria a sua primeira linha de actuação? Tentaria criar medidas para que as crianças e os jovens pudessem ser educados, que soubessem as boas regras, que fossem encaminhados. Que pudessem assumir as suas diferenças, que a escola os ensinasse a ter mais liberdade para que não fossemos um rebanho. Qual é o seu clube de futebol? Não gosto muito de futebol, mas sou do Sporting porque me desapaixonei pelo Benfica. Irrita-me toda a estrutura. Acabaram com as classes juvenis porque aquilo já não é desporto é o dinheiro que comanda e no Benfica isso ainda é mais evidente. É o pior de todos. Vai seguir os jogos do Europeu 2004? Claro, isso é diferente. Gastou-se dinheiro a mais, não nos devíamos ter candidatado. Embora digam que é bom para o País só vai ser bom para algumas câmaras que já gastaram muito dinheiro. Há zonas do País que também pagaram e não vão beneficiar nada com o 2004. Já lhe apeteceu parar o relógio do tempo, voltar para trás e começar tudo de novo? Já, mas também já me apeteceu adiantá-lo. Voltar a trás já me tem apetecido, mas não com muita frequência, não é uma coisa que me atormente o espírito. As mulheres são mesmo uns seres difíceis de entender? Penso que sim. Acredita no Pai Natal? No Pai Natal propriamente não, mas há pessoas que de vez em quando fazem de pai natal para nós e nem se apercebem disso. Aquela pessoa que nos traz umas prendinhas ou uns miminhos... Teme mais a morte ou a dor? A dor, temo mais a dor, mas a morte assusta-me. Espero que nunca a veja nas pessoas de quem gosto, prefiro ir primeiro.
Cidália José

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...