uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

A vingança serviu-se gelada

Samora afastou União de Santarém da Taça do Ribatejo

O Samora Correia vingou a derrota sofrida em Santarém e afastou o União da Taça do Ribatejo na noite de quarta-feira, 21 de Janeiro. Com uma atitude muito melhor do que a evidenciada no domingo anterior ante o Coruchense, os samorenses realizaram uma segunda parte de grande nível e criaram duas mãos cheias de oportunidades de golo.

Edição de 28.01.2004 | Desporto
Mesmo assim precisaram da “ajuda” de um adversário para ganhar o jogo. Já com sete minutos de prolongamento, um remate de Carlos Gomes (o mais perdulário dos avançados samorenses) foi desviado por Koemam e traiu o guarda-redes Marco. Pelo que fez, o guardião scalabitano não merecia tal infortúnio.A formação de Samora venceu o líder do campeonato distrital com toda a justiça. O União de Santarém não fez valer a sua superioridade. Encarou o jogo com alguma displicência e revelou falta de discernimento. O resultado só pecou por defeito, apesar do União ter desperdiçado uma excelente ocasião para empatar já em período de compensação, com mais de duas horas de jogo. Nelson cabeceou com mestria, mas a bola roçou o poste do guarda-redes que nada poderia fazer para evitar o golo. O jovem Sérgio Antunes, guarda-redes formado em Samora, foi emprestado pelo Vilafranquense e, apesar de ser o habitual suplente de Otero, revelou condições para discutir a titularidade.Não demos pela presença dos árbitros e quando isso acontece, o futebol sai a ganhar.No final do jogo, Rui Santos, treinador do Samora, considerou que a vitória da sua equipa poderia ser mais dilatada e elogiou a forma como os seus jogadores encararam o jogo. “Foram muito dignos, redimiram-se e deram uma resposta muito positiva. Foi um bom jogo, ganhámos com toda a justiça”, disse.Já o treinador do União de Santarém lamentou a oportunidade perdida no último minuto e não reconheceu a superioridade do Samora. “Eles ganharam com um golo marcado por nós. Não fomos felizes. O Samora tem uma boa equipa, mas não foi superior a nós. Dizemos adeus à taça com toda a dignidade”, disse Graciano Dias.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...