uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Karate é muito mais do que uma modalidade desportiva

Fórum no Entroncamento

O karate é muito mais do que uma modalidade desportiva. “Pode ser muito útil para ajudar, principalmente as crianças, a desenvolver e a melhorar os seus níveis de auto-estima ajudando-as também a apurar o controlo de comportamentos, tornando-as mais disciplinadas e dotando-as de uma melhor saúde mental”. Esta foi a ideia apresentada pelo psicólogo Fernando Pocinho, durante o Fórum de Karate, que decorreu no sábado, no Centro Cultural do Entroncamento.

Edição de 28.01.2004 | Desporto
O fórum, organizado pelo Instituto de Karaté de Coimbra, teve mais a ver com a componente técnica, nas áreas da psicologia do desporto, nos princípios de motricidade, e também no estabelecimento da história do karate através dos tempos. Mas deu também para se ficar a saber, através do técnico superior de desporto da Câmara Municipal do Entroncamento, Vítor Frutuoso, que a estratégia da autarquia é precisamente a de procurar dar condições de trabalho às várias associações desportivas do concelho do Entroncamento.Exemplo disso, além dos vinte equipamentos desportivos já existentes, é a conclusão do novo pavilhão desportivo, “que vai ficar concluído e em condições de ser utilizado, antes do final do ano de 2004”, e também as novas piscinas cobertas, que estão também na fase final da sua construção.A integração do karate na sociedade foi também um tema interessante, apresentado pelo sociólogo Armando Pombo, que garantiu que o karate promove a integração social dos seu praticantes “ajudando no combate ao racismo e xenofobia”, situação muito mais visível com o incremento que a modalidade teve nos últimos anos.Um exemplo desse incremento é o desenvolvimento que a Secção de Karate do União de Futebol do Entroncamento tem tido. Dos quatro praticantes que iniciaram em 1996 a sua actividade, passou-se agora para 78 praticantes, com idades entre os 12 e os 44 anos, que utilizam os ensinamentos dos monitores especializados da associação.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...