uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Portugal fez o “tri”

Portugal fez o “tri”

Fragilidade dos adversários foi tónico para a terceira vitória consecutiva no Torneio do Vale do Tejo

A selecção B de Portugal venceu pelo terceiro ano consecutivo o Torneio Internacional de Futebol do Vale do Tejo, que se disputou em várias localidades do distrito de Santarém de 20 a 22 deste mês. No jogo decisivo, a equipa nacional bateu a Eslováquia por 2-1. Bruno Alves foi eleito o melhor jogador, enquanto Moreira foi considerado o melhor guarda-redes.

Edição de 28.01.2004 | Desporto
Uma vitória difícil sobre uma modesta selecção da Eslováquia deu a Portugal o terceiro triunfo consecutivo no Torneio Internacional de Futebol do Vale do Tejo, que teve este ano a sua quarta edição.No jogo da final, realizado na quinta-feira, dia 22, no Estádio Municipal de Rio Maior, os eslovacos foram os primeiros a marcar, quando faltavam seis minutos para o intervalo. Igor Zovcák respondeu da melhor maneira a um cruzamento da direita e rematou em jeito já na grande área não dando hipóteses a Moreira.A primeira parte da equipa B de Portugal foi quase irreconhecível, com apenas dois remates dignos desse nome à baliza de Pernis, e, mesmo esses, sem grande perigo. Os eslovacos, sem grandes recortes técnicos, mostraram uma equipa bem organizada tacticamente e com jogadores muito mais empenhados no jogo que os portugueses.Portugal, a jogar no habitual 4x3x3, com Raul Meireles na função de proteger a defesa e Carlos Martins a apoiar o ataque, pecou sobretudo pela sua frente ofensiva, cujos extremos deram mostras de clara desinspiração. Ao intervalo, José Romão deve ter puxado as orelhas aos seus jogadores que regressaram ao terreno de jogo com uma postura muito mais competitiva. E o golo do empate não demorou. Três minutos depois do reatamento, Hugo Almeida, avançado emprestado pelo FC Porto à União de Leiria, entrou pela defensiva contrária e, à saída do guardião eslovaco, rematou com sucesso para o 1-1.Pouco depois, aos 54 minutos, o eslovaco Borbély foi expulso com o cartão vermelho directo, por empurrar Hugo Almeida, reagindo a uma entrada dura do avançado português sobre um companheiro. A expulsão está correcta, mas Hugo Almeida também deveria ver o amarelo. O jogo decidiu-se a vinte minutos dos 90. Pedro Oliveira, médio do Leixões, surgiu livre de marcação na grande área adversária e teve a calma suficiente para responder com eficácia a um cruzamento de Manuel José, na cobrança de um livre na direita. No tempo restante de jogo, Portugal limitou-se a gerir a vantagem, missão facilitada pela Eslováquia, que, com um jogador a menos, não mostrou argumentos para dar a volta ao jogo.Portugal repetiu assim os triunfos de 2002 e 2003, em que bateu a Grécia e os Estados Unidos, respectivamente, conseguindo o “tri” no torneio. A equipa nacional só não conseguiu a vitória na primeira edição, em 2001, onde perdeu para a Roménia, então treinada por Lazlos Bolloni, que foi treinador do Sporting, e onde se destacou Niculae, ainda jogador dos leões.No jogo do terceiro e quarto lugar, realizado em Alcanena, a Bielorrússia venceu a Albânia por 2-1. Na conferência de imprensa realizada no final do jogo, o treinador português considerou a vitória no torneio uma “missão cumprida” e confirmou que 90 por cento dos jogadores que vai convocar para a fase final do Europeu de Sub-21, a ter lugar em Maio, na Alemanha, estiveram presentes no Vale do Tejo.José Romão salientou o facto de os jogadores portugueses se terem batido bem contra selecções formadas por atletas mais experientes, alguns que já foram titulares nas selecções principais dos respectivos países.Bruno Alves e Moreiraforam os melhoresO português Bruno Alves, defesa central emprestado pelo FC porto ao Vitória de Guimarães, foi eleito o melhor jogador da quarta edição do Torneio do Vale do Tejo. Os jogadores nacionais receberam ainda outra distinção, com Moreira, guarda-redes do Benfica, a ser eleito o melhor guardião da prova. Quanto ao prémio “fair-play”, foi entregue à selecção bielorrussa, que viu o seu jogador Maksim Tsyhatka ser consagrado como o melhor marcador.Bancadas inauguradasO jogo entre Portugal e a Eslováquia, além de decidir o vencedor da quarta edição do Torneio do Vale do Tejo, ficou marcado pela cerimónia de inauguração da nova bancada coberta do Estádio Municipal de Rio Maior, que antecedeu o jogo e foi presidida pelo secretário de Estado da Administração Local, Miguel Relvas.O estádio, que anteriormente tinha 800 lugares sentados na bancada central, fica agora com capacidade para cerca de oito mil espectadores. No entanto, apesar das entradas para o Portugal-Eslováquia serem gratuitas, estiveram no estádio pouco mais de 2.500 espectadores. O frio, a hora do jogo, (18h05) ainda em período laboral, e a transmissão televisiva, devem ter contribuído para a escassez de público.Mesmo assim, não foi por falta de apoio que a nossa selecção não jogou melhor. Os alunos das escolas de Rio Maior não se cansaram de puxar pela equipa das quinas, mesmo quando os jogadores pareciam estar em ritmo de treino.
Portugal fez o “tri”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...