uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Um contributo para o bem-estar da população

Um contributo para o bem-estar da população

Ginásio Municipal de Constância comemora dois anos de vida

A comemorar dois anos de vida, o Ginásio Municipal de Constância recebe, em média, 40 utentes por dia, que ali vão para tratarem da saúde e manter-se em forma. A aposta da autarquia de fornecer este tipo de actividade a preços reduzidos está a revelar-se bastante adequada, como comprovam os vários testemunhos ouvidos pelo nosso jornal.

Edição de 28.01.2004 | Desporto
“Pareço uma cachopa nova”, diz com manifesto prazer Maria Felismina de Campos que, com os seus 73 anos é a utente mais idosa do Ginásio Municipal de Constância, um equipamento colocado pela autarquia local ao serviço de toda a população e também com as portas abertas para o exterior do concelho.O ginásio está a comemorar dois anos de vida. É um espaço agradável, equipado com o melhor material do mercado na área do cardiofitness e da musculação. Climatizado e com música ambiente, encontra-se integrado no parque desportivo da vila de Constância. A construção do equipamento surgiu como uma aposta da autarquia na oferta de equipamentos desportivos e de manutenção dirigidos a todos os segmentos da população. Segundo os mais de 400 utentes que por ali passaram, é um serviço agradável, versátil, eficiente e fundamentalmente económico.Aberto entre as 16 horas e as 22 horas, o ginásio tem uma ocupação média diária de 40 utentes, e desde a sua inauguração, em que tinha sessenta inscrições, passaram por ali mais de quatrocentas pessoas, e nesta altura tem inscritos cento e cinquenta utentes, que se dividem pelas áreas do fitness, musculação, aeróbica e expressão corporal.Pedro Lopes é o monitor especializado no campo da ginástica e na utilização dos aparelhos existentes. Não tem dúvida em afirmar que ali existe do melhor que há em Portugal. “Estamos preparados para acompanhar todo o género de ginastas quer venham apenas fazer manutenção, recuperação ou mesmo competição”, disse.O Ginásio de Constância, que não veio fazer concorrência a ninguém, porque nada do género existia na área, foi muito bem aceite por todos os segmentos da população. Usam-no actualmente pessoas entre os 16 e os 73 anos, e como foi possível verificar, na sua grande maioria, se não existisse este equipamento em Constância, não fariam a sua manutenção e recuperação em nenhum outro.Segundo, Pedro Lopes o espaço tem sido um êxito em todas as áreas, e tem contribuído para o bem-estar da população. Pessoas com problemas de hipertensão, que levavam uma vida demasiado sedentária, com os níveis de colesterol muito elevado, ou com problemas de coluna, têm conseguido “aliviar e até eliminar esses problemas de saúde”.Por isso neste momento estão criadas condições de ligação entre o ginásio e as piscinas Municipais, com a criação de pacotes de prática desportiva, que permitem a utilização complementar dos dois espaços, e estudam-se a hipótese de elaborar protocolos com o Centro de Saúde e médicos de família, de modo a que se possa fazer um trabalho de complementaridade na área da saúde.“Isto foi uma coisa muito boaque a câmara aqui montou”Maria Felismina de Campos tem 73 anos e é a utente mais idosa do Ginásio. A conselho médico, começou a utilizar as instalações há seis meses. Garante que se sente muito bem, e que os problemas de hipertensão e elevados níveis de colesterol que a apoquentavam estão totalmente controlados. “Nem preciso mais de tomar medicamentos para isso”.“Tinha também problemas de coluna e num pulso, o médico de família receitou-me fisioterapia com um aparelho aqui existente, e acompanhada pelo monitor Pedro Lopes, tenho conseguido grandes progressos. Agora até pareço uma cachopa nova, às vezes até gostávamos de aqui estar mais um pouco, tal é também o ambiente que aqui se vive, todos nos ajudamos uns aos outros”, garantiu Maria Felismina, que afiança que vai continuar a frequentar o ginásio enquanto se puder mexer.Cátia Louro tem 17 anos, vive em Montalvo, e é uma das mais jovens utentes do ginásio, que começou utilizar precisamente na sexta-feira, dia da visita de O MIRANTE. Tem apenas como objectivo fazer ginástica de manutenção, porque sabe que é importante manter-se em forma.Veio procurar o ginásio de Constância, por ter ouvido dizer que estava muito bem equipado e lhe terem dito que o ambiente entre os utilizadores e o monitor era excelente. Para já, garante que ficou muito admirada e satisfeita com o “nível do equipamento que tem tudo o que é necessário para manter a forma”.Numa primeira apreciação, garante que sentiu que na realidade o ambiente que se vive é excepcional, e já deu para verificar que o monitor “é uma pessoa bem preparada para fazer o acompanhamento dos utentes”. Para além disso, Cátia saúda a aposta da câmara neste equipamento, “que vai de certeza contribuir para elevar o nível de saúde da população”.Rui Caseiro, tem 26 anos, e é um dos utentes do ginásio que não é natural do concelho de Constância. Vive no vizinho concelho de Abrantes, mas a sua casa fica mais perto da vila poema, e por isso quando teve conhecimento da existência daquele equipamento, optou pelo seu uso.Não tem qualquer espécie de problema muscular ou ósseo, faz ginástica apenas pelo prazer de exercitar o corpo. “Fazendo ginástica diariamente sinto-me em forma”, por isso utiliza os aparelhos do ginásio de Constância durante uma hora ou uma hora e quinze minutos todos os dias da semana.Por outro lado, Rui Caseiro, confessa que está satisfeito com a forma como é feito acompanhamento dos utentes, e garante que não conhece na zona outro ginásio tão bem equipado como este, e acrescenta que o bom ambiente e o espírito de companheirismo que ali reina, garantem que “esta aposta da Câmara de Constância é uma aposta ganha”.
Um contributo para o bem-estar da população

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...