uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Limpinhos na linha azul

Autocarros eléctricos circulam em Vila Franca de Xira

São pequenos, silenciosos e amigos do ambiente. Os novos autocarros eléctricos estão à experiência em Vila Franca

Edição de 28.01.2004 | Sociedade
“Mas para que serve este traço contínuo azul?”, a dúvida instalou-se no último fim de semana, quando a linha azul forte foi colocada num circuito de mais de 3,5km, entre o quartel dos bombeiros e a praça de touros de Vila Franca de Xira.Na segunda-feira, a curiosidade foi alimentada pelos “limpinhos”, dois autocarros eléctricos, que começaram a circular, a título experimental. Os mini-autocarros são silenciosos, de fácil acesso por serem rebaixados, não têm efeitos poluentes e não têm paragens fixas. Para entrar na viagem basta fazer sinal ao motorista para parar. Quando quiser sair basta tocar numa as campainhas.A circulação será gratuita até ao dia 1 de Março, altura em que será feita a avaliação do grau de satisfação dos utentes, através de inquéritos aos passageiros. Os resultados da avaliação serão apresentados publicamente no final deste período experimental.Os dois autocarros amigos do ambiente vão circular de segunda a sexta-feira entre as 08h00 e as 18h30 e aos sábados entre as 08h30 e as 13h30, prevendo-se que o intervalo entre circulações ronde os dez minutos e o tempo médio de espera não ultrapasse os cinco minutos.Os “Limpinhos” têm 5,3 metros de comprimento e 2,07 metros de largura e podem transportar 18 passageiros, dos quais oito sentados. Os produtores dos autocarros não esqueceram os deficientes e conceberam um mecanismo de suporte para uma cadeira de rodas. Os “limpinhos” parecem ser seguros, até porque não ultrapassam os 33 quilómetros/hora.O motor eléctrico dos “limpinhos” é alimentado unicamente a partir de uma bateria de chumbo, sendo que a autonomia em circuito urbano é de cerca de quatro a seis horas, período após o qual as baterias têm de ser trocadas numa operação que interrompe a circulação durante cerca de 10 minutos.A bateria é de resto o maior constrangimento dos carros porque a ciência ainda não encontrou solução para o uso de baterias de lítio, mais leves e com maior autonomia. A implementação dos eléctricos é um projecto que envolve a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Transportadora “Boa Viagem”, Associação Portuguesa do Veículo Eléctrico e Direcção Geral dos Transportes Terrestres. Os limpinhos, que em Coimbra se chamam pantufinhas, foram produzidos nos arredores de Roma e estão a circular em 20 cidades italianas, Bordéus (França), Liverpool e Bristol (Inglaterra) e em Coimbra, a primeira cidadeportuguesa a implementar este tipo de autocarros.A fiabilidade e o baixo custo de exploração dos eléctricos, que custam 150 mil euros cada, são argumentos de peso para serem considerados uma solução para retirar os carros e aumentar a mobilidade e qualidade de vida nas cidades.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...