uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Autocarros virtuais em Almeirim

Autocarros virtuais em Almeirim

Ideia inovadora apresentada num estudo de mobilidade para a cidade

Um estudo encomendado pela Câmara de Almeirim para melhorar a mobilidade na cidade aponta para a criação de um sistema inovador de autocarros virtuais. Um plano que visa a criação de circuitos pedonais para os cidadãos acompanharem os estudantes a casa.

Edição de 07.04.2004 | Sociedade
Almeirim pode ser a primeira cidade do país a ter um sistema de autocarros virtuais. Na prática trata-se do estabelecimento de percursos pedonais orientados, destinados à realização das deslocações casa-escola das crianças e jovens estudantes. Esta é uma das ideias do estudo de mobilidade e transportes para a cidade apresentado segunda-feira na reunião do executivo municipal. O objectivo do projecto denominado “SchoolWay” é aumentar a segurança dos jovens estudantes e evitar o aumento de tráfego automóvel aos locais dos estabelecimentos de ensino. Nesse sentido propõe-se a constituição de um grupo de trabalho constituído por elementos interessados na segurança e encarregados de educação. A ideia é definir percursos com paragens onde os cidadãos aderentes ao projecto esperam pelas crianças quando estas saem da escola, acompanhando-as a casa. Segundo a empresa que desenvolveu o estudo (Trageo), este sistema já está implementado nalgumas cidades europeias. Conforme está definido no estudo, o facto dos pais irem buscar os filhos à escola ocasionam alteração dos padrões de deslocação casa-trabalho, originando o recurso à utilização diária de um elevado número de viaturas particulares. Um fluxo de tráfego às escolas que coincidem com os períodos de ponta das vias centrais da cidade gerando situações de congestionamento da circulação. O estudo aponta outras soluções, como o incentivo ao uso das bicicletas, aproveitando as condições planas da cidade. Uma situação que já se vem verificando, mas que deve ser alargada. Segundo o estudo, 10 por cento das pessoas que recorrem ao centro de saúde usam este meio de transporte. Para deslocações aos hipermercados da cidade a taxa é de 6 por cento. A criação de um sistema de transportes urbanos em mini-autocarros é outra das sugestões. Os circuitos previstos incluem a passagem pelos equipamentos de ensino e de saúde, zonas de lazer, áreas de comércio e serviço e núcleos habitacionais de maior densidade. Para melhorar as condições de mobilidade na cidade são apontadas também outras soluções. É o caso do rebaixamento dos lancis dos passeios nas zonas das passadeiras. Propõe-se também o ordenamento de algumas ruas no sentido de reservar um espaço mais amplo aos peões, como aconteceu com a reformulação da Rua Dionísio Saraiva.
Autocarros virtuais em Almeirim

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...