uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Carlos Gonçalves

Carlos Gonçalves

“Comunidades Urbanas? Nunca ouvi falar. Sinceramente, acho que estou um bocado desactualizado nesse capítulo. E também vejo pouca televisão, o que não ajuda.”

Gerente de bar, 28 anos, Santarém

Edição de 14.04.2004 | Agora falo eu
Qual foi a velocidade máxima a que já conduziu?Já dei os 260 km/hora na auto-estrada num Audi TT. Foi para experimentar o carro. Foi uma sensação fantástica e uma vez não são vezes.Como está a noite de Santarém?Está a começar a acordar e tem melhorado aos poucos. Quando conheci a cidade não era propriamente dos locais mais falados em termos de vida nocturna.Jogou forte no totoloto a ver se lhe calhava o super jackpot?Por acaso não. Às vezes até penso em jogar mas depois esqueço-me. Nem os sete milhões de euros me curaram da amnésia.Que impostos deveríamos pagar?Sou ex-emigrante do Brasil e de Inglaterra e penso que se devia pagar uma taxa única onde já estivessem incluídas regalias como a assistência médica, social, portagens, e outras situações. Talvez uma taxa de 20 por cento fosse ajustada.Quando cria lixo tem o cuidado de o separar?Até pela minha actividade profissional costumo fazer a separação de lixo. Garrafas, plásticos e lixo comum. Às vezes há sempre qualquer coisa que escapa mas estou sensibilizado para o assunto.Alguma vez passou por uma situação embaraçosa num local público?Sou uma pessoa extrovertida e é difícil acontecerem situações embaraçosas comigo.Os portugueses bebem demais?Nem todos. Mas os que bebem, chegam-lhe bem. Agora o consumo tem abrandado um pouco mas acho que é por falta de dinheiro.É difícil ser-se um jovem empresário no meio da noite?É uma actividade que ocupa muito tempo. E quando somos jovens e em vez de trabalhar gostávamos maios de nos andarmos a divertir...Um achado arqueológico é motivo para parar uma obra?Depende do achado. Se tiver um grande valor histórico deve ser preservado e mostrado a várias gerações. Caso sejam coisas insignificantes, uma obra ou projecto pode ser muito mais importante para a vida das pessoas.Sabe o que são as comunidades urbanas?Comunidades Urbanas? Nunca ouvi falar. Sinceramente, acho que estou um bocado desactualizado nesse capítulo. E também vejo pouca televisão, o que não ajuda.A que figura pública gostava de dizer umas verdades?Não propriamente a uma pessoa mas ao nosso governo. Devia abrir mais os olhos e mostrar vontade de fazer as coisas, em vez de inventar impostos para tudo e para nada. O FC Porto tem capacidade para ser campeão europeu?A equipa reúne todas as condições para ganhar. Tal como deve acontecer no campeonato. Sou simpatizante do Porto, tenho uma grande afeição pelo Benfica e o Sporting vai ficar no terceiro lugar. Já se imaginou na pele de um sequestrado?Deve ser muito complicado, mas nunca me passou isso pela cabeça porque vivemos num país calmo e sem grande violência.Há algum animal que o repugne?A cobras. São bichos que gosto de ver mas não de tocar. Também não simpatizo nada com aranhas.O que pensa da “onda” de paragens cardíacas que têm afligido muitos jovens?Acho que já faz parte do dia a dia. O “motor” humano não tem uma resistência ilimitada e quando é forçado pode quebrar. Também há quem pense que a vida está pré-determinada desde que nascemos. Alguma vez lhe passou uma nota falsa pelas mãos?Que tivesse conhecimento não, mas é provável. Se calhar, prestando bem atenção seria capaz de notar as diferenças.Acha que o calor vai “apertar” novamente este Verão?Espero bem que sim porque quero ver as meninas bem moreninhas e em biquini. E eu também vou querer andar mais bronzeado. Estamos cá para apreciar o que há de bom. Onde gostaria de estar nessas ocasiões?Tenho um gosto especial em aplicar a regra “vá para fora cá dentro”. Para mim o Algarve é o destino mais indicado.Os porteiros de estabelecimentos de diversão nocturna têm cara de maus ou são-no mesmo? Alguns têm cara de maus mas não o são assim tanto, mas depende de quem lhes aparece à frente. Há outros que nem para esse trabalho serviam e ficariam melhor a varrer ruas.
Carlos Gonçalves

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...