uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Contas aprovadas no Entroncamento

Edição de 14.04.2004 | Política
O relatório e contas da Câmara Municipal do Entroncamento, voltaram à reunião camarária, na segunda-feira, e foram aprovados com os votos a favor do PSD, contra do BE e CDU e a abstenção do PS, a única força política a mudar o seu sentido de voto.Os documentos relativos ao exercício municipal de 2003, já votados no dia 5 de Abril, voltaram à apreciação do executivo devido a um requerimento apresentado pelo vereador social-democrata João Vieira, argumentando que nem ele nem o vereador José Eduardo Fanha Vieira (PS) estiveram presente na reunião anterior.Bloco de Esquerda e CDU mantiveram as suas posições, mas o PS considerou que o que estava em apreço era uma relatório de contas que só tecnicamente pode ser analisado. No entanto, alerta para o descontentamento manifestado na votação.“O PSD deve tirar as suas ilações”, afirmou José Eduardo Fanha Vieira, acrescentando que a votação deve ser entendida do ponto de vista político. Na declaração de voto, os socialistas reforçam a “preocupação” face ao aumento da dívida, principalmente a médio e a curto prazo e o baixo índice de execução da despesa de capital que se “ficou por uns modestos 18,4% em relação ao planeado”.No entanto, porque entendem que o “PSD deve levar o mandato para que foi eleito até ao fim e submeter-se à avaliação dos munícipes”, os representantes do PS não irão “permitir que o PSD se esconda atrás de forças de bloqueio para justificar a ausência de obra própria e a gestão nociva que tem praticado”. Por isso, optaram pela abstenção.O relatório e contas seguem agora para apreciação da Assembleia Municipal, sendo posteriormente remetidos para o Tribunal de Contas.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...