uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Uma visita com várias surpresas

Uma visita com várias surpresas

Morais Sarmento na quinta-feira santa no Sardoal
Edição de 14.04.2004 | Política
Morais Sarmento, ministro da Presidência, convidado de honra das festividades religiosas e culturais da semana santa do Sardoal, aproveitou a oportunidade para presidir à assinatura de um contrato-programa com a autarquia e fazer algumas ofertas aos bombeiros.O contrato-programa, assinado entre a Câmara Municipal do Sardoal e o Instituto de Financiamento e Apoio ao Turismo, permite a recuperação e adaptação do edifício da escola primária de Codes, freguesia de Santiago de Montalegre, a Centro de Férias para Jovens.A aldeia de Codes, situa-se no limite entre os concelhos de Sardoal e de Vila de Rei, numa zona com grandes potencialidades turísticas. A escola foi encerrada há mais de 15 anos e há cerca de três anos que a câmara encetou o processo de recuperação do edifício.Para além da adaptação do imóvel, o projecto inclui o arranjo do acesso desde Brescovo a Codes. O orçamento ascende a 202.029 euros e o Estado, através do Instituto de Financiamento e Apoio ao Turismo, comparticipa as obras em 99.900 euros. O restante será suportado por dinheiros municipais.Depois das cerimónias oficiais e antes do jantar oferecido no quartel dos bombeiros municipais, Morais Sarmento visitou algumas exposição e capelas com os seus tapetes de flores. E se a assinatura do contrato-programa para o Centro de Férias em Codes foi uma surpresa, as ofertas aos bombeiros foram igualmente surpreendentes.“Não sabíamos de nada” garante o comandante da cooperação José Curado. Depois do jantar, Morais Sarmento elogiou o esforço desenvolvido pelos bombeiros no combate às chamas que, no Verão passado, atingiram enormes proporções, aproveitou a oportunidade para anunciar a oferta de um barco semi- rígido para a barragem da Lapa.“É um equipamento que nos fazia muita falta e que vai facilitar o socorro naquela zona, mas continuamos a precisar muito de um pronto-socorro”, acrescentou o comandante.A outra oferta, uma cadeira de rodas eléctrica e um elevador foi dirigida ao segundo comandante Hugo Cardoso. Este bombeiro profissional, de 26 anos, ficou paraplégico há dois anos, no dia em que foi promovido. O acidente ocorreu na piscina dos bombeiros, quando comemorava a promoção. “Foi uma brincadeira de graves consequências”, recorda José Curado.Hugo Cardoso trabalha no quartel e sempre que é necessário deslocar-se a um outro piso tem de recorrer à ajuda dos colegas. Com este novo equipamento ele poderá fazer a sua vida normal autonomamente.
Uma visita com várias surpresas

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...