uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Cuidados de saúde mais seguros

Amigos do Hospital de Vila Franca oferecem novos equipamentos

As condições de trabalho do Hospital Reynaldo dos Santos foram melhoradas, graças aos novos equipamentos de elevação de pacientes doados a esta unidade hospitalar. A iniciativa partiu da Liga dos Amigos do hospital, da Câmara de Vila Franca de Xira e de algumas empresas do concelho.

Edição de 14.04.2004 | Sociedade
Dois elevadores mecânicos são úteis na movimentação de doentes acamados e doentes com membros paralisados, independentemente do seu peso, e sem que haja o mínimo de esforço físico por parte do doente ou do auxiliar de enfermagem.Contudo, a funcionalidade destes sistemas de elevação não se fica por aqui. Para além da enfermagem, estes elevadores podem ainda ser utilizados na recuperação de doentes através da fisioterapia. Tudo, graças a uma panóplia de acessórios que são ajustados ao corpo do paciente, e que facilitam a sua movimentação.Aproveitando a cerimónia de entrega dos equipamentos, no dia 12 de Abril, Maria da Luz Rosinha, presidente da Câmara de Vila Franca de Xira e simultaneamente presidente da Assembleia da Liga dos Amigos do Hospital, comprometeu-se em continuar a apoiar a Liga: “A Câmara vai continuar empenhada, para que as ofertas possam vir a ser mais recorrentes”, afirmou. A edil aproveitou ainda para deixar uma palavra de apreço a todos os que diariamente trabalham em prol da saúde: “Estou satisfeita com este momento, e com todos os munícipes que se envolvem de forma tão generosa na batalha pela saúde”, concluiu.Depois da cerimónia, houve ainda tempo para alguns profissionais da saúde fazerem uma pequena demonstração das potencialidades dos novos aparelhos, que representaram um investimento na ordem dos 13 mil euros. Sem o mínimo esforço físico transportaram um voluntário de uma cama para uma cadeira de rodas, e ainda com o auxílio do sistema de elevação simularam exercícios de fisioterapia. Tudo com grande segurança para o “paciente”, e sem grandes dificuldades para quem manobrava os equipamentos. Associados precisam-seO presidente da Liga dos Amigos do hospital, Porfírio da Silva, aproveitou a ocasião da entrega oficial dos equipamentos para apelar aos profissionais do Hospital Reynaldo dos Santos para que se associassem à Liga.“Se alguns serviços do hospital dependem da nossa ajuda, também é justo nós dependermos do seu apoio e contributo. São mais de 700 colaboradores no hospital, e apenas 100 são membros da Liga”, confessou Porfírio Silva ao O MIRANTE. O presidente da Liga defende um maior associativismo por parte dos profissionais da saúde daquela unidade hospitalar porque, na sua opinião, a maioria dos materiais doados serve não só para melhorar os cuidados dos doentes mas também, em última análise, para ajudar estes profissionais no seu trabalho. No activo desde 1998, a Liga conta apenas com 200 sócios efectivos. “Por enquanto tem vindo a ser possível desenvolver algumas iniciativas porque a Câmara também nos tem ajudado, mas precisamos do apoio e do contributo de mais pessoas e empresas”, acrescentou. Enquanto espera que o número de associados engrosse, a Liga dos Amigos do Hospital vai continuando o seu trabalho de voluntariado no Hospital de Reynaldo dos Santos. Actualmente dispõe de 48 voluntários, que dia após dia procuram fazer com que o doente e os acompanhantes se sintam melhor. Mas nada é feito ao acaso. Segundo Porfírio Silva, muitas pessoas oferecem-se como voluntárias, mas depois percebem que não têm vocação. Talvez por isso a Liga insista na formação de todos os voluntários. “É preciso que saibam lidar com o doente, este trabalho não pode ser feito de qualquer maneira”, explicou.A próxima acção de formação é já no próximo mês, e até lá qualquer interessado ainda se pode juntar ao grupo.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...