uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Gala com ouro da casa

Samora distingue profissionais de saúde e bibliotecária
Edição de 21.04.2004 | Cultura e Lazer
A bibliotecária Odete Gaspar recebeu o prémio Carlos Gaspar 2003. A medalha do Foral foi entregue aos médicos do projecto Alfa. Os galardões foram entregues na cerimónia comemorativa dos 494 anos do foral manuelino de Samora Correia. Uma festa com o ouro da casa. A prestação dos cuidados primários de saúde em Samora Correia melhorou de forma significativa nos últimos 10 anos. As filas intermináveis à porta do velho centro de saúde acabaram e o novo centro de saúde, não sendo perfeito, tem respostas satisfatórias para os mais de 13 mil utentes inscritos. Foi com este e outros argumentos que a Junta de Freguesia de Samora Correia atribuiu a medalha do Foral 2004 aos profissionais de saúde e a toda a equipa de apoio que integrou o projecto alfa. Um projecto modelo a nível nacional e que introduziu uma nova forma de gerir os quadros existentes com benefícios para os utentes. Coube ao novo presidente da Junta de Freguesia de Samora Correia, Carlos Luís Lopes, fazer a entrega do prémio aos médicos Santos Gonçalves e Silva Guerra que integraram uma equipa composta ainda por Manuel Mulgi, Isabel Eusébio e Teresa Pombeiro, que não estiveram na cerimónia. “Foi uma honra receber este prémio que se destina a toda a equipa”, disse Santos Gonçalves. No entanto, o clínico não deixou de reconhecer que ainda há muito trabalho a fazer. O público, incluindo vários autarcas e dirigentes associativos, premiou os médicos com uma calorosa ovação.Foi preciso esperar pelo fim do espectáculo de música, dança, ginástica, fado e poesia, organizado pelo grupo de teatro “Os Revisteiros”, para se assistir ao momento mais emotivo da noite.O prémio Carlos Gaspar 2003 foi para Odete Gaspar, viúva do associativista que deu nome a este prémio. Odete Gaspar nasceu em 1928. Com 23 anos de idade casou com Carlos Gaspar na prisão. Da dedicação aos livros e à cultura surgiu a Biblioteca Fixa nº 2 da Calouste Gulbenkian. O nascimento deste novo espaço cultural permitiu ajudar, durante largos anos, milhares de estudantes que, na altura, não tinham dinheiro para comprar livros e poder estudar. Desde a criação do Prémio Carlos Gaspar, em 1999, Odete Gaspar é a segunda pessoa singular a receber o galardão. Em 1999 foi contemplada a Sociedade Filarmónica União Samorense (SFUS). Seguiram-se os Bombeiros Voluntários de Samora Correia, António João Martins Costa (Félix) e, em 2002, a Associação Recreativa e Cultural Amigos de Samora (ARCAS). A Gala do Foral contou com mais de 350 pessoas e só não estiveram mais porque o Salão da Cooperativa foi pequeno. Dezenas de pessoas ficaram impedidas de assistir, o que provocou algum desagrado. Em 2005 a gala deverá acontecer no novo centro cultural da vila.Mário Gonçalves

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...