uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Horta da Fonte vai encerrar

Horta da Fonte vai encerrar

Câmara do Cartaxo ordenou fecho da discoteca até que se cumpram condições impostas

A discoteca Hora da Fonte, no Cartaxo, já não deve abrir no próximo fim de semana. A câmara decidiu suspender o funcionamento do espaço de diversão enquanto não estiverem cumpridos todos os requisitos de segurança, higiene e salubridade.

Edição de 21.04.2004 | Sociedade
A discoteca Horta da Fonte, no Cartaxo, vai fechar as portas até que estejam cumpridas todas as condições de segurança, higiene e salubridade. Foi esta a decisão que o executivo da Câmara Municipal do Cartaxo tomou por unanimidade durante uma reunião extraordinária, realizada à porta fechada, na manhã de quarta-feira, 14 de Abril.Depois de receber o relatório de uma segunda vistoria, realizada há duas semanas, o executivo decidiu-se pela suspensão do funcionamento da discoteca. “Houve uma evolução, mas não foi determinante para que os normativos legais fossem cumpridos”, disse o presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Paulo Caldas (PS).O autarca diz que as questões de segurança, o licenciamento do estabelecimento por parte da câmara e a higiene e salubridade são elementos fundamentais para o funcionamento da discoteca, que não estavam ainda a ser cumpridos. O autarca adianta que o estabelecimento poderá voltar a abrir as portas a partir do momento em que estiverem satisfeitos os imperativos legais.Paulo Caldas garante que apesar de tudo a câmara continua a defender que existam estabelecimentos do género na terra. “Prefiro que os nossos jovens se divirtam em casas do concelho, com qualidade e no respeito da lei do que irem para outros municípios vizinhos e correrem o risco de ter um acidente”.O presidente da câmara realçou ainda que a partir deste momento todos os estabelecimentos de diversão nocturna do Cartaxo que tenham o mesmo tipo de funcionamento, requisitos e características vão ser sujeitos ao mesmo rigor de fiscalização.A discoteca ainda abriu as portas na última semana, mas já não deverá funcionar no próximo fim de semana. Apesar da decisão da autarquia, o gerente da Horta da Fonte diz que ainda não tem a certeza se a discoteca irá fechar. “Neste momento é a discoteca mais segura da região. Tudo o que havia para fazer já está feito e temos já o plano de emergência aprovado. Agora depende tudo dos políticos”, garante António Franco.O gerente do estabelecimento diz que nunca houve razão para encerrar o estabelecimento e garante que vai aguardar com serenidade a decisão que a câmara tomar relativamente à discoteca.Relatório no ministério públicoO relatório conjunto elaborado pela comissão de vistoria, composta pela delegação de Saúde do Cartaxo, comandante dos Bombeiros do Cartaxo e Divisão de Planeamento e Administração Urbanística da Câmara Municipal do Cartaxo, aconselhou o “encerramento imediato da discoteca”, tal como aconteceu no primeiro relatório da vistoria efectuada em Janeiro deste ano.A comissão reconhece que foram feitas ligeiras alterações, concretamente no que diz respeito à segurança, mas garante que ainda existem muitas recomendações por cumprir, como é o caso das questões dos níveis de ruído.“É um relatório extenso, tal como da primeira vez. Em termos gerais houve uma tentativa de minorar os problemas, mas há situações de continuam na mesma”, confirmou ao nosso jornal a delegada de saúde do Cartaxo, Estela Fabião, responsável pela elaboração do primeiro relatório.Estela Fabião considera que é natural que muitas questões não estivessem ainda resolvidas, tendo em conta o espaço de tempo que mediou as duas vistorias.A delegada de saúde decidiu também enviar os dois relatórios de vistoria ao Ministério Público, Ministério do Ambiente, Inspecção Geral das Actividades Económicas e Governo Civil de Santarém, entidades que considera que deveriam estar informadas sobre o processo. “Achei que precisava de ter ao meu lado outros parceiros e alargar o campo de abrangência”, confirmou ao nosso jornal.
Horta da Fonte vai encerrar

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...