uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Linha do Norte esconde via romana

Linha do Norte esconde via romana

O achado foi descoberto junto à localidade de Paialvo, concelho Tomar

Parte da via romana descoberta recentemente em Paialvo vai ser destruída pelas obras de modernização da Linha do Norte.

Edição de 28.04.2004 | Sociedade
Uma via romana foi encontrada na localidade de Paialvo, concelho de Tomar, junto à linha ferroviária do Norte. As escavações arqueológicas em curso não vão interferir com as obras de requalificação da linha. O achado foi feito depois de a Refer, responsável pela requalificação da Linha do Norte, ter encomendado um levantamento arqueológico ao longo da via férrea entre Entroncamento e Albergaria-dos-Doze, a cargo do Centro de Interpretação da Pré-História do Alto Ribatejo.Num espaço de cinco por quatro metros quadrados os arqueólogos escavaram quatro estradas até encontrarem a via romana, num trabalho que dura há cerca de um mês. Retirado o alcatrão, foi encontrada uma estrada mais estreita, feita possivelmente nos anos 70. Por baixo desta apareceu então uma estrada lajeada, com blocos de calcário, que levou os arqueólogos a suporem tratar-se da famosa via romana. Tanto que até começaram por numerar cada pedra. Quando as 462 pequenas lajes foram retiradas deu-se a descoberta do verdadeiro achado - a estrada romana estava escondida por debaixo dessas lajes.Esta é uma escavação de emergência, denominação para sondagens não programadas antecipadamente e com áreas definidas, como Conímbriga por exemplo. De emergência também porque dentro em breve irão começar naquele local as obras de requalificação da linha férrea.De acordo com o professor Laurent, que está a fazer o levantamento arqueológico para a Refer, as obras de melhoramento da via irão destruir quase metade da estrada, devido ao alargamento do talude.O empreiteiro encarregado das obras de requalificação naquela zona aguarda apenas que a Refer dê o sinal verde para avançar com os trabalhos. De acordo com o arqueólogo responsável pela escavação, o terreno ficará livre dentro de uma semana.O professor Laurent salientou ainda o bom entendimento que tem havido com a Refer, que tem acompanhado o processo a par e passo. Um acompanhamento alargado ao núcleo do Instituto Português de Arqueologia (IPA), situado em Torres Novas.Na última terça-feira, pouco restava da histórica estrada romana. As pedras correspondentes a cerca de cinco metros de via, que tinha 2,4 metros de largura e 20 cêntimos de altura, foram levadas para o Centro de Interpretação da Pré-História do Ribatejo Norte, em Vila Nova da Barquinha, onde um pedaço de estrada será reconstituído e exposto aos visitantes.O resto da antiga via romana que naquela zona atravessa a linha férrea, continuará escondida sobre os carris da modernidade.Margarida Cabeleira
Linha do Norte esconde via romana

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...