uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Nova praça de touros no CNEMA

Nova praça de touros no CNEMA

Misericórdia de Santarém levanta o véu no dia de apresentação da empresa que vai explorar a Monumental Celestino Graça

Já deu entrada nos serviços técnicos da Câmara de Santarém o pedido de viabilidade para a construção de uma nova praça de touros na cidade. O CNEMA é o local apontado pela Santa Casa da Misericórdia, promotora do projecto.

Edição de 28.04.2004 | Sociedade
A Santa Casa da Misericórdia de Santarém (SCMS) pretende construir uma nova praça de toiros em Santarém, no espaço do Centro Nacional de Exposições e Mercados Agrícolas (CNEMA). Quando a obra estiver pronta, a instituição vai partir para a remodelação da actual praça Celestino Graça, de que é proprietária, tranformando-a num edifício destinado a comércio e serviços. A intenção foi confirmada pelo provedor da Misericórdia, António Garcia Correia, durante a apresentação da empresa espanhola que vai explorar o “tauródromo” entre 2004 e 2006. Uma conferência de imprensa onde marcaram presença os novos empresários da praça, o administrador delegado do CNEMA, Luís Mira, e o presidente da Câmara de Santarém, Rui Barreiro.As razões da mudança prendem-se, essencialmente, com as condições da praça Celestino Graça, que acusa o peso dos anos e tem uma estrutura arcaica do recinto. Segundo Garcia Correia, o plano de pormenor para o campo da feira e a diminuição do número de empresas a apresentar propostas no ano passado, em que apenas uma o fez e abaixo dos valores pretendidos, também são razões a ter em conta para a mudança.“Além disso, também há a considerar a falta de relevo e a escassa comodidade para os espectadores, a deficiente instalação sonora, sistema eléctrico e de esgotos. Até a possível cobertura da praça seria quase tão dispendiosa como a construção de uma nova”, elucidou Garcia Correia. A opção passa pela construção por um moderno recinto multiusos no espaço do CNEMA, com capacidade para seis ou sete mil pessoas, apto a receber diversos eventos. Segundo Garcia Correia, o prazo de construção da praça será de cerca de um ano, assim que a Câmara de Santarém dê autorização para avançar com a obra, avaliada em cerca de cinco milhões de euros. Para já a autarquia ainda não aprovou o pedido de viabilidade do projecto, que deu entrada nos serviços há cerca de dois meses. Apenas no dia em que a nova praça estiver utilizável, se irá proceder à remodelação da actual, mantendo a sua forma redonda para que a gerações vindouras a reconheçam. Um projecto que, para Rui Barreiro, vai dar à cidade a melhor praça de touros de Portugal, aproximando o CNEMA da cidade.Empresa espanholaexplora monumentalCelestino GraçaA empresa Praça de Toiros de Santarém, Lda. vai organizar as corridas taurinas no próximo triénio, pela mão dos empresários José Cutiño Garcia, José Alexandre e Fonteja, que já detêm a exploração de conceituadas praças espanholas como Olivença, Badajoz e Valência.Trabalhar com inovação e trazer os melhores cartéis a Santarém, dando à praça da capital do Ribatejo a notoriedade que merece, são os principais objectivos a cumprir, além de rentabilizar bem o investimento.E já durante a Feira Taurina, por ocasião da Feira Nacional de Agricultura (FNA), duas grandes corridas de toiros prometem na Monumental Celestino Graça. Dia 6 de Junho, uma corrida com as máximas figuras do toureio a cavalo - João Moura, Pablo Hermoso de Mendonza e Rui Fernandes, acompanhados dos forcados Amadores de Santarém e Montemor, perante seis toiros da ganadaria de Fermín Bohorquez.Quatro dias depois, a 10 de Junho, um confronto de génios que opõe Rui Salvador a Rui Fernandes e Andy Cartagena, que vão lidar seis toiros da ganadaria de Murteira Grave, que os forcados amadores de Santarém vão pegar.“Queremos trazer a Santarém as grandes figuras do toureio a pé, assim como promover jovens valores, mas as figuras também têm que acreditar na feira”, defendeu José Alexandre. A empresa vai ainda promover descontos para jovens e reformados, bem como criar um cartão de livre acesso à Feira Taurina.
Nova praça de touros no CNEMA

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...