uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Clubes de Santarém devem 700 mil euros ao fisco

Finanças estão a cruzar informações e pediram documentos à associação de futebol

Sete clubes do distrito de Santarém devem cerca de 700 mil euros ao fisco, montante que está actualmente em fase de cobrança coerciva, ou seja, de execução fiscal. As dívidas dizem respeito a IVA, IRC e IRS e foram apuradas nas várias inspecções que a Direcção de Finanças do Distrito de Santarém está a fazer aos clubes de futebol que, nos últimos anos, participaram nos campeonatos nacionais seniores.

Edição de 05.05.2004 | Desporto
Os dados foram revelados ao nosso jornal pelo Director de Finanças de Santarém. Ramiro Buínhas Marques acrescentou que já foram efectuadas “as diligências de citação para pagamento e, na falta deste, penhorados, ou em vias de penhora bens que possam responder pelas dívidas”.“Não sendo pagas as dívidas e na falta ou insuficiência de bens penhorados para o efeito, reverterão as execuções contra responsáveis subsidiários – administradores, directores e gerentes/gestores, mesmo de facto”, acrescentou o director de finanças.Actualmente, correm acções inspectivas junto de 13 clubes do distrito, tendo os serviços das finanças solicitado à Associação de Futebol de Santarém documentação relativa a 12 clubes. Abrantes, Coruchense, Fátima, Fazendense, Ferroviários, Riachense, Rio Maior, Samora Correia, Torres Novas, União de Almeirim, União de Santarém e União de Tomar.Entre os documentos solicitados estão a conta corrente de cada clube, facturas, notas de débito e crédito, pagamentos e recebimentos, bem como as fichas de inscrição de atletas e os calendários de jogos.Este pedido está a bloquear os serviços da associação, que tem dez dias para enviar toda a documentação. O presidente da Associação de Futebol de Santarém, Rui Manhoso, estima que estejam em causa mais de cinco mil documentos, que estão a obrigar a deslocações constantes entre a nova e a antiga sede.“Estamos a tentar colaborar. Demos conhecimento aos clubes e estamos a proceder à tiragem de fotocópias com requisição de todo o pessoal activo e com a paralisação da maior parte dos serviços”, disse o dirigente desportivo.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...