uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Uma solução para as inundações

Uma solução para as inundações

Melhoramentos na rede de esgotos da zona norte do Entroncamento podem passar pela Águas do Centro
Edição de 05.05.2004 | Sociedade
A resolução do problema de falta de escoamento da rede de esgotos da zona norte do Entroncamento e, particularmente, do Casal da Galharda, pode passar pela proposta apresentada pela empresa intermunicipal Águas do Centro. Na reunião privada, realizada na segunda-feira, o executivo camarário declarou o seu interesse nessa solução, mas a decisão definitiva só será tomada pela vereação após a apresentação do projecto e respectivo caderno de encargos.“Neste momento, a câmara só mostrou interesse nesta solução e vamos pedir à empresa que apresente um projecto”, afirmou o presidente Jaime Ramos, acrescentando: “O executivo tinha de pronunciar-se sobre o assunto, porque se não houvesse concordância não diríamos à empresa para avançar”.Um dos principais problemas, senão o principal, do Casal da Galharda e de toda a zona norte está relacionado com a rede pública de saneamento, mesmo tendo em conta eventuais erros que possam existir na concepção do sistema de esgotos dos prédios. Sempre que chove com mais intensidade, os esgotos fazem refluxo e inundam as garagens de alguns prédios dessa zona.No documento apresentado pelas Águas do Centro, datado de 22 de Abril, a empresa informou a Câmara do Entroncamento de que está disponível para, mediante a assinatura de um protocolo, proceder a obras de beneficiação da estação elevatória do Entroncamento. Estes trabalhos serão gratuitos para a autarquia caso se registe a adesão do município à empresa que gere as redes de água e saneamento de alguns concelhos do Médio Tejo. Caso contrário a autarquia terá de ressarcir a empresa dos custos e dos juros, caso existam. Segundo a empresa, o orçamento estimado é de 250 mil euros e inclui obras de construção civil necessárias à adaptação do equipamento, fornecimento e montagem de uma grelha mecânica especialmente fabricada para o local e fornecimento e montagem de quadro e instalação eléctricos, em substituição dos actuais, que irão permitir o controle e um sistema de alarme para transmissão à distância de sinais de defeito.O vereador da CDU, António Ferreira, foi a única voz discordante no prosseguimento do processo pela Águas do Centro. Na sua opinião, esta decisão “configura um compromisso para o longo e muito longo prazo, que sairá muito caro à população lesando os seus interesses”. E acrescenta: “Não sendo a câmara integrante desta empresa, qualquer obra deve ser submetida a concurso”. Parecer dos técnicosO presidente Jaime Ramos pediu aos técnicos camarários que se pronunciassem sobre a construção dos prédios da Rua Professor José Francisco Corujo, no Casal da Galharda.Segundo os engenheiros, os primeiros projectos entrados na câmara não incluíam a construção de garagens, sendo depois pedida uma alteração. Depois de concluída a obra foi feita uma vistoria e foi dado parecer favorável.
Uma solução para as inundações

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...