uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Estatuto social fica em casa

Edição de 12.05.2004 | Sociedade
Há quem venha de chinelas e traga umas calças já coçadas pelo tempo, há quem calce ténis e fato de treino de marca para condizer. Mas todos vêm com espírito de sacrifício, trazidos por uma fé sem estatuto social.Pela aldeia da Raposa passaram nos dias que antecederam o 13 de Maio homens e mulheres do campo, de mãos calejadas pela enxada e pela foice, mas também mãos mimosas de médicos, advogados, professores e enfermeiros.Como diz um dos jovens que dá apoio à peregrinação, o estrato social só é visível pela roupa do corpo e muitas vezes nem isso. “Às vezes só percebemos que estamos a falar com um médico ou um enfermeiro depois de alguns minutos de conversa”, refere Alexandre Tadeia.Segundo o jovem, a maioria das pessoas gosta de manter uma certa discrição sobre a sua vida privada e alguns até preferem que a sua profissão passe despercebida. Porque não interessa quem vem, mas ao que vem.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...