uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Tudo ou nada em Santarém

Santarém Basket e GDESSA empatados com duas vitórias cada

O título nacional de basquetebol feminino decide-se este sábado no pavilhão municipal de Santarém. Santarém Basket e GDESSA estão empatados a duas vitórias e o quinto jogo será decisivo. Quem ganhar levanta a taça.

Edição de 19.05.2004 | Desporto
Depois de ter vencido os dois jogos realizados no pavilhão municipal de Santarém, o Santarém Basket perdeu no passado fim de semana os dois jogos realizados no Barreiro, o que faz com que o campeonato nacional de basquetebol feminino só se decida no quinto jogo a realizar sábado, em Santarém.Os dois jogos realizados no pavilhão do Grupo Desportivo da Escola Secundária de Santo André (GDESSA) tiveram histórias diferentes, mas finais semelhantes, com a vitória a pender para a equipa do Barreiro.No primeiro jogo, no sábado, num pavilhão quase cheio, a equipa da casa entrou de rompante e no final do primeiro período já vencia por oito pontos de diferença (20-12), com Edijane Cajueiro a fazer a diferença com três cestos em três tentativas para além da linha de três pontos.O segundo período foi mais equilibrado. Sofia Ramalho, Joana Ribeiro e Dagmar Tuckova estiveram bem e o Santarém Basket venceu o parcial para dois pontos, reduzindo a diferença para seis pontos (36-30), resultado com que se atingiu o intervalo.O GDESSA voltou a entrar melhor depois do descanso e cedo se voltou a distanciar. A dois minutos do final do terceiro período a equipa do Barreiro estava a ganhar por 14 pontos (48-34), mas a equipa ribatejana fez uma série de 6-0 na parte final e reduziu para 48-40, resultado com que se entrou nos últimos dez minutos.A centena de adeptos do Santarém Basket que estavam a assistir à partida ainda acreditaram numa reviravolta quando a equipa reduziu para 59-54, a minuto e meio do final, mas as jogadoras voltaram a dar sinais de fadiga física e não converteram qualquer ponto no espaço restante de jogo.Joana Fogaça e Edijane Cajueiro, ambas com 16 pontos e a última também com 12 ressaltos, foram as melhores no GDESSA, enquanto Sofia Ramalho (13 pontos) e Samantha Woosnam (11 pontos e cinco ressaltos) foram as melhores na equipa ribatejana. Dagmar Tuckova, que não apontou qualquer ponto na segunda parte foi a grande desilusão.No domingo jogou-se a quarta partida, com a equipa da casa a ter de vencer para forçar a novo jogo. Mas, desta feita, o Santarém Basket entrou melhor e chegou rapidamente a 5-0, deixando antever que a história poderia ser diferente do jogo do dia anterior. Lideradas por Joana Fogaça, que nas duas últimas épocas jogou em Santarém, o GDESSA tomou conta do jogo e foi recuperando até chegar ao final do período em igualdade (18-18).O começo do segundo parcial foi marcado por uma série de triplos de Katharine Hanks, que colocou o jogo em 34-27. A americana ao serviço da equipa do Barreiro fez um excelente jogo, aparecendo muitas vezes sem marcação. A equipa escalabitana conseguiu reduzir na parte final e o intervalo veio com uma diferença de apenas dois pontos (40-38).O terceiro período foi marcado pelo equilíbrio. A meio do parcial as equipas estavam separadas por 1 ponto, mas as jogadoras da casa voltaram a estar melhor nos últimos minutos e colocaram o marcador em 62-55, sete pontos de diferença.Com melhores opções no banco e rodando mais as suas jogadoras, Luís Valente, treinador do GDESSA, foi gerindo melhor os níveis físicos das suas atletas, enquanto o Santarém Basket deu o “berro”. A equipa da casa chegou a dispor de 12 pontos de vantagem, mas o marcador final ficou em 79-69, dez pontos de diferença a favor da equipa do Barreiro.Para se ter uma ideia de diferença de valores nos bancos, as suplentes do GDESSA marcaram 17 pontos, contra apenas 4 pontos apontados pelas suplentes do Santarém Basket. Katharine Hanks foi a melhor jogadora do desafio, com 21 pontos e sete ressaltos. Cecília Shinn (14 pontos e dez ressaltos), Susana Soares (17 pontos e 6 ressaltos) e Joana Fogaça (13 pontos e 3 ressaltos), as três ex-jogadoras da equipa escalabitana, ajudaram a fazer a diferença. No Santarém Basket destacou-se Tuckova (16 pontos e 8 ressaltos).Com as equipas empatadas, as contas finais do campeonato fazem-se este sábado, às 16h30 , no pavilhão municipal de Santarém.Treinadora do Santarém Basket pede a ajuda do público para o jogo decisivo“Esperamos uma ajuda”A treinadora do Santarém Basket, espera que o público compareça em peso no jogo de sábado, que considera o jogo da época. “Acreditamos muito no nosso público e esperamos uma ajuda”, disse Mariana Koustourkova ao nosso jornal no final do segundo jogo no Barreiro.Em sua opinião, a defesa foi o principal problema da equipa nos dois jogos fora de casa. “Não conseguimos defender bem homem a homem nem zona. Entrámos com medo de perder e assim não se ganha. Hoje sofremos oitenta pontos, o que raramente nos aconteceu ao longo da época”.Admitindo que as jogadoras podem ter sentido um pouco a pressão de jogar fora de casa, Mariana acredita que no jogo decisivo, em Santarém, tudo vai ser diferente. “Esta época ainda não perdemos em casa”, recordou, avançando que ao longo da semana o trabalho vai incidir sobretudo nos aspectos defensivos”.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...