uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Feira do Imobiliário e da Construção Civil

Feira do Imobiliário e da Construção Civil

ExpoUrbe realiza-se de 27 a 30 de Maio no Cartaxo

A ExpoUrbe - Feira do Imobiliário e da Construção Civil da Região de Santarém, que se realiza de 27 a 30 de Maio, no Pavilhão de Exposições, no Cartaxo, é a primeira feira regional do sector, organizada pela Associação Empresarial da Região de Santarém - Nersant em parceria com a Câmara Municipal do Cartaxo. O certame pretende ser um espaço de reflexão.

Edição de 19.05.2004 | Economia
“A Nersant entendeu realizar o evento como forma de dar resposta às necessidades que a região tem sentido nos últimos anos na área do imobiliário”, explica o presidente do núcleo da Nersant do Cartaxo, José Arruda.O dirigente está convencido que o primeiro certame do género que se realiza na região será um sucesso, até porque não existem muitas feiras de imobiliário em Portugal. “A ideia é pegar nas entidades do Ribatejo, mostrar as potencialidades que o sector tem na região e discutir os melhores caminhos a trilhar”. elucida.Cinquenta e quatro empresas e entidades da região estão já inscritas na primeira edição da Expo-Urbe. Durante os três dias do certame irão realizar-se vários seminários virados para o sector no auditório da Quinta das Pratas. A “Nova legislação para as empresas de construção civil” é o tema da conferência de 27 de Maio, organizada pelo Imoppi (Instituto dos Mercados e Obras Públicas e Particulares e do Imobiliário), que terá início às 21h00.No dia 28 de Maio, às 9h00, tem início o debate sobre a “Valorização das cidades médias na região de Lisboa e Vale do Tejo”. A conferência, que irá pôr em discussão o tema do crescimento das cidades, é organizada pela Câmara do Cartaxo e conta com a participação do presidente da Comissão de Coordenação de Desenvolvimento Regional (CCDR LVT), Fonseca Ferreira, do presidente da Associação de Municípios da Lezíria do Tejo, Sousa Gomes, e da Associação do Médio Tejo, António Paiva.“A reforma da tributação do património” será destaque na conferência de 28 de Maio, com início às 15h00, com a participação de gabinetes de advogados.Para o presidente do Imoppi, Jorge Dias, esta é uma oportunidade importante para informar as pessoas sobre um dos sectores mais importantes da economia nacional. “Informar é um dos imperativos do Imoppi que aproveita estas oportunidades para conversar com os agentes que gravitam no vasto mundo do imobiliário”, revela.O responsável lembra que o sector vive algumas dificuldades, mas está confiante de que já se notam sinais de recuperação. Jorge Dias considera que não é possível continuar a construir em extensão deixando ao abandono os cascos mais antigos das cidades. “É preciso encarar a reabilitação urbana como um aspecto essencial”, alerta. Segundo Jorge Dias existem mais de sete mil empresas na região de Santarém. O vice-presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Ribeiro, considera que a iniciativa é de extrema importância para os profissionais do sector. “É preciso coragem e audácia para lançar estes desafios. É um grande desafio que queremos que tenha sucesso”.No espaço da feira a organização espera a presença de empresas de construção civil e obras públicas, medicação imobiliária, gabinetes de arquitectura e engenharia, empresas de gestão de condomínios, de estudos e projecto e autarquias, assim como regiões de turismo, escolas superiores, profissionais e associações do sectorA completar o programa do certame haverá uma mostra de gastronomia e artesanato. A animação cultural será garantida por colectividades das oito freguesias do concelho.
Feira do Imobiliário e da Construção Civil

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...