uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Morreu a mulher do ferro forjado

Morreu a mulher do ferro forjado

Maria José Candeias, empresária da Chamusca, foi encontrada sábado no Castelo do Bode
Edição de 19.05.2004 | Sociedade
Uma empresária da Chamusca apareceu morta sábado na Barragem de Castelo do Bode, na zona de Martinchel, concelho de Abrantes. O corpo de Maria José Candeias, pro-prietária de várias lojas de artesanato em ferro forjado, foi recolhido pelos Bombeiros Municipais de Abrantes, por volta das 14h00.A causa da morte, segundo a autópsia realizada segunda-feira, foi afogamento. No carro, estacionado na margem da barragem, foram encontradas duas garrafas de whisky e uma caixa de comprimidos vazia. O funeral de Maria José Candeias realizou-se na manhã de terça-feira da casa mortuária da Igreja da Misericórdia para o cemitério da Chamusca. O cortejo fúnebre foi acompanhado por centenas de pessoas, entre as quais o presidente da câmara e outros autarcas locais. Maria José Candeias era deputada na Assembleia Municipal da Chamusca pela CDU. A empresária, de 45 anos, natural da freguesia do Chouto, notabilizou-se pela arte de produzir artigos de decoração em ferro forjado, tendo o negócio prosperado nos últimos anos. Tida como um exemplo de uma mulher de sucesso, Maria José Candeias entrou na vida empresarial há 16 anos. Abandonou na altura os trabalhos no campo para abrir a sua primeira oficina de ferro forjado na Chamusca. Numa entrevista a O MIRANTE, publicada em Maio de 2003, disse que gostava de ter continuado os estudos e ser professora de Matemática. Mas como isso não foi possível, acabou por tirar um curso de formação profissional que a ensinou a trabalhar em ferro forjado. Foi com o seu empenho que o negócio avançou e em pouco tempo, abriu lojas em Almeirim, Entroncamento e Caldas da Rainha. A empresária disse várias vezes que se sentia uma mulher realizada. E considerava-se feliz a trabalhar o ferro e a criar novas formas e aplicações para embelezar os espaços. A notícia da sua morte foi anunciada na abertura da Semana da Ascensão, na Chamusca, no sábado. A informação dada pelo presidente da câmara na sessão pública das festas causou uma enorme consternação às centenas de pessoas presentes.O MIRANTE sabe que nos últimos tempos confessou a amigos que andava preocupada com assuntos da vida pessoal. Maria José Candeias deixou uma filha de 23 anos e um filho de 25 anos.
Morreu a mulher do ferro forjado

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...