uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Santarém com baixa eficácia no tratamento de águas residuais

Edição de 19.05.2004 | Sociedade
Um relatório da Inspecção-geral de Finanças aponta inúmeras várias falhas ao sub-sector dos Sistemas de Drenagem e Tratamento de Águas Residuais no município de Santarém, no período entre 1999 e 2001. Questões como o subdimensionamento e má exploração das estações de tratamento de águas residuais, a má qualidade dos efluentes, a baixa eficácia dos sistemas de tratamento, com as estações a trabalharem abaixo dos 50 por cento, foram alguns dos muitos argumentos do relatório apontados pela vereadora do PSD, Hélia Félix, para justificar a má qualidade do sistema.Razões que o presidente da Câmara de Santarém, Rui Barreiro (PS), considerou uma extrapolação abusiva para o actual mandato, acusando os social-democratas de nunca se terem manifestado no período em questão e de chumbarem constantemente as propostas da maioria. “Se a lei de finanças locais estivesse a ser cumprida os investimentos no saneamento básico poderiam ser bem mais efectivos”, acrescentou o autarca. A vereadora comunista, Luísa Mesquita, aproveitou a deixa para criticar fortemente o governo, considerando ter havido um recuo total no cumprimento da lei de finanças locais, a par das restrições na contracção de empréstimos bancários pelas autarquias.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...