uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Joaquim Capricho é o novo presidente do Coruchense

Sócios elegeram direcção para o biénio 2004/2006

Joaquim Capricho foi eleito, por esmagadora maioria, presidente do Coruchense em acto eleitoral realizado na sexta-feira, onde se apresentou a liderar uma lista única. A recém-eleita direcção já está à procura de novo técnico e de reforçar a equipa para ficar entre os cinco primeiros do próximo campeonato.

Edição de 26.05.2004 | Desporto
O empresário Joaquim Capricho foi eleito presidente da direcção do Grupo Desportivo O Coruchense (GDC) para os próximos dois anos. Foi uma vitória clara. Dos 52 sócios presentes na assembleia-geral realizada na sexta-feira, 39 votaram a favor, cinco contra, sete em branco e um voto foi considerado nulo.O novo presidente diz que não vai entrar em loucuras para alcançar objectivos desportivos e anuncia outra novidade: no comando técnico da equipa, não irá estar Mário Lázaro. Apesar da boa época realizada, Joaquim Capricho recordou que o técnico nunca esteve entre as suas preferências, mesmo noutros tempos, além de constatar que, desde o início da época, houve jogadores que não estavam com o treinador. “Nunca foi o meu treinador e a Câmara de Coruche também exige que se opte por um técnico licenciado”, explicou o novo presidente. No topo de lista do Coruchense está João Mourinha, técnico que está afastado dos relvados desde que saiu do Rio Maior quando a época passada ainda não ia a meio. Mas também há outros nomes em carteira. Quanto a objectivos a cumprir depois do quinto lugar conquistado esta época, Joaquim Capricho afirma que a nova direcção vai estar com os pés bem assentes na contratação de jogadores, indicando que uma classificação no top cinco será o objectivo, mas não se descartando qualquer possibilidade de poder subir de divisão.Apesar disso, jogadores como Tamandaré e Rubenilson, que se transferiram do Benfica do Ribatejo para o Tramagal, onde ficaram até ao final da época, são uma hipótese que Joaquim Capricho não descarta para o Coruchense, apesar do interesse de vários clubes nos jogadores, especialmente no ponta de lança. Entretanto, Bexiga e Franklin já terão assinado pelo Samora Correia, clube da terra de onde são naturais.Quanto à sempre problemática dívida do clube às finanças, Joaquim Capricho diz que todos os esforços são necessários e que o clube irá continuar a organizar eventos como forma de angariar receitas para abater a dívida. Recorde-se que em 2002, Joaquim Capricho já fora a face visível de uma comissão administrativa que assegurou os destinos do clube num período de grande aperto, ajudando o Coruchense a ficar na Primeira Divisão Distrital. A acompanhar Joaquim Capricho na direcção do GDC estão Carlos Galamba (vice-presidente), José Manuel Carvalho (secretário) e António Costa Teles (tesoureiro), acompanhados dos vogais Joaquim Vicente Pereira, Filipe da Silva, Ricardo Dias, Vítor Soares Gomes, Luís Vicente, Carlos Silva e David Lopes Nunes. José de Jesus é o presidente da Mesa da Assembleia-geral, tendo como secretários Alexandre José Coelho e João Manuel Marçal. À frente do Conselho Fiscal fica Joaquim Laranjo, acompanhado dos vogais David Marques e Luís Oliveira Torres.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...