uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Os agressores que se cuidem!

Mulheres entre os 18 e os 50 anos aprenderam técnicas de defesa pessoal em Santarém

Esquecer as cenas dos filmes de acção e enfrentar a realidade. Foi assim que 15 mulheres de várias idades participaram no Curso de Defesa Pessoal Feminina, realizado no fim de semana de 15 e 16 de Maio, em Santarém, orientado pelo mestre de karate Carlos Dias, com a colaboração de Fernando David, inspector de Polícia Judiciária (PJ).

Edição de 26.05.2004 | Desporto
E se no sábado se deu a teoria, no domingo houve que por em prática os conhecimentos. Simulações de agressões com facas e as respectivas acções. A defesa com vários movimentos de braços, a esquiva ao atacante, para depois lançar o contra-ataque às suas zonas mais sensíveis e, na primeira oportunidade, correr a bom correr.E aí ficaram a saber que são pontos fracos no homem, as articulações das pernas, algumas partes do rosto, o pescoço, o diafragama e, como é óbvio, os “países baixos”. Com mulheres agressores a situação é quase semelhante, ainda que uns golpes no peito possam ser dissuasórios.Mas quando a coisa é séria e um objecto cortante ou faca é encostada ao pescoço ou ao corpo, o melhor a fazer é ficar quieto e obedecer. Por uma questão de bom senso, explicaram os monitores. Filipa Maia, de Santarém, foi a mais jovem cursante, com 18 anos. Para esta antiga karateca de cinto castanho, o módulo de aperfeiçoamento deve dar uma boa ajuda no próximo ano lectivo. “Como para o ano provavelmente vou ingressar na faculdade em Lisboa, que é uma cidade bastante agitada, o curso serve de complemento aos conhecimentos que já tenho”, explicou a O MIRANTE.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...