uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Elevadores preocupam Bombeiros de Azambuja

Edição de 26.05.2004 | Sociedade
Os dois elevadores da Estação de Comboios de Azambuja estão a preocupar os Bombeiros Voluntários da vila, que têm de acorrer ao local sempre que algum passageiro fica retido no interior dos ascensores.Só em 2004 a corporação já teve que se deslocar três vezes à estação para abrir as portas a pessoas que ficaram trancadas quando um dos elevadores avariou. Os bombeiros chegaram a deslocar-se ao local às quatro da manhã, quando se registou uma das avarias, mas os problemas com os elevadores já têm acontecido em pleno dia.“Numa das vezes estiveram lá fechadas umas senhoras quase uma hora. Eram pessoas já com alguma idade, entraram em pânico e começaram a gritar”, descreve o comandante da corporação, Pedro Cardoso, que já chegou a deslocar-se pessoalmente ao local.Pedro Cardoso explica que os elementos da corporação são normalmente chamados ao local porque as pessoas telefonam para a linha de emergência nacional (112) que reencaminha a chamada para os bombeiros.Para socorrerem os passageiros retidos no interior do elevador, os bombeiros abrem o alçapão e vão à casa das máquinas dos ascensores, onde se encontra um dispositivo que permite abrir manualmente a porta do elevador.Sempre que há registo de avaria a Refer liga para a Otis, a firma responsável pela manutenção dos elevadores, mas os técnicos da empresa sediada em Lisboa demoram normalmente cerca de uma hora a chegar ao local.Para tentar facilitar o contacto com a Otis, a Refer já instalou uma linha telefónica que permitirá aos passageiros contactar directamente com a Otis. O novo sistema, que entrou em funcionamento este mês, possui uma linha de comunicação bidireccional entre as cabinas dos elevadores e o call-center da Otis, que se estabelece mediante a pressão do botão de alarme na cabina. No caso de uma ocorrência com os elevadores, em que se verifique o bloqueio de passageiros, ao premir o botão de alarme os utentes estabelecem uma chamada telefónica com o call-center da Otis, que desencadeia os procedimentos necessários para o atendimento e resolução da avaria.Apesar da preocupação dos bombeiros o gabinete de comunicação da Refer, contactado pelo nosso jornal, diz não ter conhecimento de qualquer reclamação sobre os elevadores da Estação da Azambuja. O último registo data de Dezembro de 2002.No dia 27 de Abril os dois elevadores da estação foram inspeccionados pelo Instituto de Soldadura e Qualidade que considerou que os ascensores estão em condições de continuar a ser utilizados pelos utentes da estação.O nosso jornal tentou também contactar a Otis a propósito das avarias nos elevadores, mas até ao fecho da edição não foi possível obter resposta por parte da empresa.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...