uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Funcionário suspenso ainda não voltou ao trabalho

Na Câmara de Alpiarça
Edição de 26.05.2004 | Sociedade
O funcionário da Câmara de Alpiarça, suspenso por um ano na sequência de um processo disciplinar, quis voltar ao trabalho terça-feira, mas acabou por não realizar a pretensão. Ricardo Vaz apresentou-se na autarquia depois do seu advogado ter entregue sexta-feira no tribunal administrativo um recurso da decisão do município.A situação deveu-se ao facto de haver entendimentos diferentes acerca do recurso. O consultor jurídico da autarquia entende que este não tem efeitos suspensivos em relação ao processo disciplinar que decretou a suspensão do funcionário, enquanto o Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local entende o contrário. Ricardo Vaz denunciou o acesso a sites pornográficos e pedófilos a partir dos computadores da autarquia. E foi castigado por ter acusado o chefe de gabinete do presidente da autarquia, João Serrano, de ter sido ele a consultar as páginas da Internet. O processo disciplinar ficou concluído no dia 14 de Abril. O castigo não invalida a denúncia feita pelo funcionário de que, pelo menos, um computador foi usado para consultar sites pornográficos. Situação que está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...