uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Noite de facadas na Ascensão

Rixa sangrenta nas festas da Chamusca

A última noite da Semana da Ascensão acabou mal. Uma rixa provocou cinco feridos, quatro deles golpeados por arma branca. O autor das facadas não foi identificado.

Edição de 26.05.2004 | Sociedade
Cinco homens ficaram feridos com golpes de arma branca, durante uma rixa que envolveu várias dezenas de pessoas na madrugada de domingo, último dia de festejos da Semana da Ascensão, na Chamusca. Dois deles continuam internados, mas estão livres de perigo.Quatro dos feridos, elementos dos Forcados de Alcochete, que se tinham deslocado à “terra branca” para participarem num convívio com o Grupo de Forcados Amadores da Chamusca, ficaram muito maltratados. Receberam os primeiros socorros no Centro de Saúde local e foram transferidos para o Hospital de Santarém.Dois deles, com 22 e 23 anos, tinham vários ferimentos, provocados por arma branca, nas pernas, peito e abdómen. Foram operados e continuam internados no estabelecimento de saúde da capital do distrito, mas livres de perigo. Os outros dois, um com 26 anos, residente em Almeirim, e outro de 35 anos, de Alcochete, receberam tratamento e regressaram a casa. O quinto elemento, da Chamusca, teve alta após receber tratamento no centro de saúde da vila. Estão todos livres de perigo.A cena de pancadaria aconteceu por volta das 04h30, no parque municipal, junto ao palco da juventude, numa altura em que os concertos tinham terminado e as tasquinhas já estavam quase todas fechadas.A rixa surgiu na sequência de uma briga, ocorrida horas antes, entre dois naturais da Chamusca, um deles forcado dos amadores locais, que se terão envolvido depois de uma discussão por causa de uma jovem. O forcado foi agredido com um soco na cara, por um homem de 40 anos, que lhe partiu a placa dentária. Depois desta refrega, separaram-se. Mais tarde, quando o homem de 40 anos se encontrava junto a uma tasquinha no parque municipal, foi rodeado por um grupo de cerca de 15 elementos dos forcados de Alcochete e da Chamusca que o atiraram ao chão e o agrediram. Muita gente ainda se encontrava presente e meteu-se na confusão, aproveitada então por alguém para puxar de um objecto cortante.“Já era tarde e as tasquinhas estavam quase todas fechadas. Mas junto ao palco da juventude ainda havia muita gente. Era a noite de sábado para domingo e nestas alturas há muita gente que não se deita, por isso a confusão foi muito grande. O grupo que partiu para cima do Rui era muito grande e não tiveram dó, bateram com vontade”, afirmou Nuno Ferreira, um dos espectadores da cena.Segundo a GNR local, não foi apreendida qualquer arma ou objecto cortante, não se sabendo quem a usou. Também ninguém foi detido, apesar de se ter tratado de uma situação muito grave. Os desacatos só não redundaram numa tragédia, devido à pronta e decidida acção dos elementos do Pelotão de Intervenção da GNR.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...