uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Um caso bicudo

Edição de 07.07.2004 | O Mirante dos Leitores
O futuro do teatro Rosa Damasceno já parece o enredo de uma telenovela. Enquanto o edifício se vai degradando e ameaçando ruína, fala-se na possibilidade da empresa que o comprou ao Club de Santarém, o transformar numa unidade hoteleira, enquanto se continuam ouvir vozes em defesa da sua remodelação e continuidade como sala de espectáculos.Parece que se estão todos a esquecer de algumas questões importantes. Como o problema do estacionamento, por exemplo. Se vão fazer um hotel há que criar estacionamentos. Onde os vão criar? Nas traseiras há pouco espaço e não acho nada aconselhável fazer um parque subterrâneo. Mas se o edifício for remodelado há que dar-lhe utilidade. E que utilidade? Em Santarém já existem dez salas de cinema e a produção teatral não justifica uma sala com capacidade para 700 pessoas. E não nos esqueçamos que o Teatro Sá da Bandeira foi recentemente remodelado.É um caso bicudo, mas eu prefiro que se mantenha o Rosa Damasceno como sempre foi, mas de cara lavada. A Câmara de Santarém que puxe dos galões e contacte grupos e entidades culturais que dêem vida ao teatro. Emílio C. Pinto – Santarém(Texto enviado através de correio electrónico)

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...