uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Falta passar do papel à obra

Centros educativos torrejanos já têm localização
Edição de 07.07.2004 | Sociedade
Os onze centros educativos que irão substituir a maior parte das escolas do primeiro ciclo do ensino básico e jardins de infância do concelho de Torres Novas já têm localização definida. Mas a sua concretização no terreno ainda vai demorar alguns anos.A construção dos centros educativos, seis novos edifícios e adaptação de cinco existentes, surge da necessidade de reorganização da rede escolar e foi delineada pela Carta Escolar do concelho, em obediência às novas exigências educativas e à diminuição de alunos nas freguesias rurais. Para já o processo mais avançado diz respeito ao norte do concelho é irá reunir as crianças das freguesias de Assentis, Chancelaria e Paço. O novo edifício, que tem o apoio técnico da Direcção Regio-nal de Educação de Lisboa e Vale do Tejo, ficará situada junto a Outeiro Grande (freguesia Assentis), próximo do cruzamento de Rendufas, tido, deste o início, como o local mais central. Este centro terá o primeiro ciclo do ensino básico (EB1) e jardim de infância (JI).O centro educativo, EB1/JI, para as freguesias de Pedrógão e Ribeira Branca ficará localizado na primeira destas autarquias. Enquanto o centro que servirá a população escolar das freguesias de Zibreira, Parceiros da Igreja e Santa Maria, parte rural, vai ser construído na aldeia de Liteiros (Santa Maria)Também Alcorochel e Brogueira terão novas instalações escolares a edificar junto às piscinas de Alcorochel. As crianças de Olaia e Santiago (parte rural) deslocar-se-ão para a Lamarosa, a maior aldeia da freguesia de Olaia, também para um edifício a construir.No bairro da Silvã, a maior parte do qual situado na freguesia de Lapas, será edificado um jardim-de-infância (JI) para as crianças de Lapas, Salvador e São Pedro.Em Riachos, a única vila do concelho de Torres Novas, o espaço existente será adaptado, o mesmo acontecendo à escola de Meia Via. O jardim-de-infância de Tufeiras vai continuar a receber as crianças da freguesia de São Pedro e a EB1 e JI de Santa Maria, a população escolar de Santa Maria. Em qualquer dos casos serão feitas obras de adaptação.Por último, a EB1 Visconde de São Gião, em Torres Novas, passará a ser frequentada pelos alunos de Lapas, Salvador e São Pedro.A deliberação de definir os locais onde os centros educativos ficarão situados não significa que as “obras comecem de imediato, este é um processo longo que vai demorar alguns anos a ser concretizado”, esclareceu o vice-presidente da Câmara Municipal, Pedro Ferreira (PS).

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...