uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
“Os mortos merecem mais respeito”

“Os mortos merecem mais respeito”

Desleixo no cemitério de Santarém com ervas a invadirem as campas

No cemitério de Santarém as ervas daninhas alastram por todo o lado, invadindo algumas campas, sem que ninguém trave o seu avanço. A imagem é de desleixo.

Edição de 07.07.2004 | Sociedade
O cemitério de Santarém apresenta uma imagem de desleixo a roçar a degradação. Há lixo, ervas por todo o lado. Algumas já começaram a invadir as campas. Nas ruas em calçada as infestantes teimam em manter-se, sem que ninguém as tire, tal como em redor dos jazigos. A bem dizer só a entrada do espaço está apresentável. Graciete Picoto é uma das pessoas descontentes com a situação. Tem os pais e o marido sepultados no cemitério e não se conforma com a falta de limpeza. Das vezes que vai ao local, garante, nunca viu os funcionários a fazer limpeza ou arrancar as ervas. E a situação, diz, tem vindo a piorar nos últimos tempos. Considerando que “os mortos também merecem respeito e devem estar num local com dignidade”, Graciete Picoto chama a atenção para o estado em que estão os gavetões (onde se guardam as ossadas). Há quatro anos na sequência de uma movimentação de terras a tampa em pedra do gavetão onde estão as ossadas do pai deslocou-se e acabou por cair. Desde essa altura que já alertou a autarquia para o facto, mas até agora tudo continua na mesma. E no local existem outros casos visíveis de gavetões com as caixas de metal que guardam os ossos à mostra e a deteriorarem-se. Há bocados de pedra pelo chão.Basta dar uma volta rápida pelo local para se encontrarem dezenas de sepulturas cobertas de ervas, algumas que dão quase pela cintura de uma pessoa. Há pedras, tábuas, bocados de jarras pelo chão. Atrás da capela a imagem é degradante. Ervas secas, um garrafão de água vazio, papéis estão ali depositados à vista de toda a gente. “Isto é um local de respeito e merece ser limpo. Fico triste com o estado a que o cemitério chegou que não é digno para os mortos, nem para os vivos que vêm aqui visitar os seus entes queridos e ficam impressionados, desgostosos”, comentou. Contactado por O MIRANTE, o vice-presidente da Câmara de Santarém, Manuel Afonso (PS), reconheceu que podem existir situações pontuais. Mas garantiu que deu instruções para que as infestantes fossem retiradas. E acrescentou que as ervas germinam facilmente e basta haver um descuido para alastrarem. Quanto à situação dos gavetões, Manuel Afonso disse acreditar que a situação possa existir, mas ressalvou que não tem conhecimento de tais casos. O autarca afirmou ainda que tem havido um esforço para melhorar as condições do cemitério, dando como exemplo a recuperação da capela e a pintura dos muros.
“Os mortos merecem mais respeito”

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...