uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Kátia Quental

“Também festejei no final do Portugal-Grécia. Acho que toda a gente tinha que festejar. O que importa é o que eles deram de melhor durante o campeonato todo e não só na final. Eram bons até chegarem ali e deixavam de ser bons porque perderam?"

23 anos, desempregada, Vale de Santarém

Edição de 13.07.2004 | Agora falo eu
Também festejou a derrota de Portugal contra a Grécia?Sim. Acho que toda a gente tinha que festejar. O que importa é a competição, o que eles deram de melhor durante o campeonato todo e não só na final. Eram bons até chegarem ali e deixavam de ser bons porque perderam? Se nós também erramos na vida e as pessoas continuam a acreditar em nós, porque é que íamos deixar de acreditar neles?Comprou alguma bandeira nacional?Não. Já tinha uma em casa antes do campeonato começar.Sabe a letra do hino nacional português?Sei e cantava-o sempre. Porque independentemente de ser angolana já me considero um bocadinho portuguesa.Qual é a principal diferença entre angolanos e portugueses?Acho que é a personalidade. Não desfazendo nos portugueses, os angolanos têm mais prazer em viver, em festejar. Têm mais prazer em dar do que em receber. Férias são na praia ou no campo?As minhas férias, em princípio, vão ser na praia. Habitualmente são na zona de Setúbal.O que prefere: fato de banho, biquini ou topless?Gosto mais de biquini. Topless não! Acho que não era capaz de fazer. Cada pessoa tem que ter a sua privacidade minimamente controlada e eu controlo muito a minha.Já frequentou alguma praia de nudismo?Não. Até hoje nunca pensei no assunto, mas poderei vir um dia mais tarde, com o meu parceiro, a experimentar.Os mirones de praia incomodam-na?Nem por isso. A forma mais fácil de lidar com eles é ignorá-los. Quanto mais atenção lhes damos pior é. A mim não me incomodam porque passo despercebida. Nunca tive grandes problemas a esse nível.Há algum sítio onde não passava férias nem que lhe pagassem?Na Nazaré. Porque acho que quando saímos daqui é para nos afastarmos de alguma rotina. Já cheguei a ir para lá, deixar o meu vizinho aqui no Vale de Santarém e chegar lá e encontrá-lo na casa ao lado da que eu tinha alugado.Qual a bebida ideal para matar a sede no Verão? Água fresca. Nem caipirinha nem cerveja. Não sou adepta de bebidas alcoólicas.Acredita em bruxedos e maus olhados?Muito sinceramente não.Alguma vez consultou uma vidente ou uma cartomante?Já cheguei a consultar uma cartomante, mas em bruxedos e feitiçarias não acredito. Tenho um ideal de vida: quando acreditamos as coisas acontecem. Quando acreditamos em nós somos capazes de tudo.Acredita no destino?A nossa vida é como se fosse uma estrada, com várias saídas, e nós é que escolhemos a que queremos. O destino somos nós que o escolhemos, que o fazemos, porque nós é que tomamos as decisões.Devia ser proibido fumar nos espaços públicos?Acho que há sítios onde deve ser proibido, mas há outros onde penso que não é necessário ser tão radical.Costuma fazer dieta quando se aproxima o Verão?Nunca fiz dieta na minha vida. Desconheço essa prática. Peso 47 quilos e nunca saio daí. E como de tudo. A minha mala está cheia de papéis de rebuçados e adoro gelados.Há algum prato que deteste?Aqui em Portugal fazem uma coisa muito estranha que é favas. Odeio favas, não me as dêem a comer, por favor.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...