uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Coruchense quer ficar acima do quinto lugar

Direcção não aposta claramente na subida mas também não lhe vira as costas

Fazer melhor que na época passada, em que o clube terminou no quinto lugar, é o grande objectivo da equipa sénior do Grupo Desportivo O Coruchense. Com quatro reforços de peso, três deles vindos da terceira divisão nacional, os directores não assumem a luta pela subida mas também não a renegam. João Mourinha vai ser o treinador.

Edição de 14.07.2004 | Desporto
Tavares (ex-Sacavenense), Valbom (ex-Fazendense), Rubenilson (ex-Tramagal) e Pelarigo (ex-Rio Maior), são as quatro contratações de maior nomeada do Grupo Desportivo “O Coruchense”, equipa que esta época vai participar no Campeonato Distrital da Primeira Divisão da Associação de Futebol de Santarém.Depois de alguma indefinição e de muitos nomes falados, o plantel, que será treinado por João Mourinha, mantém a maioria dos titulares da época passada e reforçou-se com jogadores de créditos firmados.O central Tavares, que já jogou no Coruchense e no Rio Maior e que na última época esteve ao serviço do Sacavenense, é um reforço de peso para a defesa, que poderá contar também com Rubenilson, um lateral capaz de fazer toda a ala esquerda e que dará várias opões ao treinador.Para o sector mais ofensivo, João Mourinha conta com dois reforços de vulto. Valbom, apesar dos seus 33 anos, é ainda jogador para fazer muitos desequilíbrios e será certamente por ele que passará o jogo da equipa. Com provas dadas mas com duas épocas para esquecer está Pelarigo. O ponta de lança tem sofrido muitas lesões e as duas últimas épocas em Rio Maior não lhe correram bem. Mas o instinto de matador não se perde de um dia para o outro.Além deste quatro nomes sonantes no futebol distrital, a equipa reforçou-se ainda com João Nunes, um guarda-redes que jogava no Avenir Deggen, do Luxemburgo; Didi e Ricardo Silva (ambos ex-Santanense), Pedro Cardoso, Beto e Tony (ex-Águias do Sorraia), Tiago António (ex-União de Santarém) e André Forca (ex-Académica de Santarém).Estes novos reforços vão juntar-se aos jogadores que ficaram da época passada e a alguns jovens formados nos escalões jovens do Coruchense. O objectivo é conseguir uma boa mescla entre juventude e veterania, aproveitando o melhor de cada jogador.Da época passada transitam o guarda-redes titular, Gonçalo Arromba, os defesas Ruben, Amorim, José Monteiro, Rosinha e Faísca, os médios Nuno Frade e Lino e os avançados Santiago e Oliveira, todos jogadores habitualmente utilizados na época passada por Mário Lázaro. Flávio (guarda-redes), João Paulos (defesa), e Rosalino e André Coelho (médios), foram promovidos da equipa júnior.Quanto a saídas, as mais notadas são as de Franklim e Bexiga, que rumaram ao Samora Correia, Luís António (Figueirense) e Padinha. O guarda-redes Carlos Alberto deixou de jogar futebol. O plantel tem para já 26 elementos e está completo, embora possa haver um ou outro reajustamento.Na época passada o Coruchense ficou no quinto lugar e este ano a ideia é fazer um pouco melhor, embora sem assumir claramente a subida. “O objectivo não é a subida mas se ela espreitar não vamos olhar para trás”, refere o presidente do clube, Joaquim Capricho, que acredita que o plantel é suficientemente forte para estar perto dos primeiros lugares do campeonato. A Taça do Ribatejo não é uma prioridade.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...