uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Grande Prémio de Torres Novas com 300 atletas

Atletas gostaram do percurso e prometem voltar no próximo ano

A primeira edição do Grande Prémio de Atletismo Cidade de Torres Novas contou com perto de 300 atletas, que percorreram os sete quilómetros e meio do percurso que começava e acabava no novíssimo Jardim das Rosas, na parte baixa da cidade, junto ao rio Almonda. A maior parte dos atletas gostou da prova, ganha por Pedro Pessoa e Sheila Azevedo.

Edição de 14.07.2004 | Desporto
Pedro Pessoa, atleta do Casal de Santo António, e Sheila Azevedo, do Fontainhas, foram os vencedores do I Grande Prémio de Atletismo Cidade de Torres Novas, que se realizou na manhã de domingo, 11 de Junho, em Torres Novas. A prova, que contou com a presença de cerca de 300 atletas, foi organizada pela câmara municipal e contou com o apoio técnico da União Desportiva e Recreativa da Zona Alta.Disputada num percurso com partida e chegada no bonito cenário do Jardim das Rosas, que cativou todos atletas e acompanhantes, a prova teve um sector masculino muito disputado. A meio dos 7.500 metros da corrida seguia destacado na frente um grupo de nove atletas, que incluía a maioria dos favoritos. Pedro Pessoa seguia ligeiramente atrás num segundo grupo de quatro atletas, que controlava o grupo que seguia à sua frente.O grupo da frente foi perdendo algum fulgor e alguns dos atletas foram ficando para trás. Quando faltava cerca de um quilómetro para o final, Pessoa juntou-se ao grupo onde seguiam então Carlos Graça, Sebastião António, Carlos Alves, Eusébio Rosa, Mário Silva e Igor Timbalari, grupo que só se desfez na recta da meta, onde o atleta do Casal de Santo António foi mais forte no sprint final.No final, a felicidade de Pedro Pessoa era por demais evidente. “Não esperava. Foi formidável, trabalho nas obras e nos últimos tempos fui obrigado a abrandar a preparação, mas parece que isso foi benéfico. Hoje senti-me muito bem e com muita força, não fui na onda do grupo que fugiu logo à partida, aguentei e paulatinamente fui-me aproximando. Quando eles já iam em queda aproximei-me e na recta final fui mais rápido e consegui uma boa vitória para mim e para a minha equipa”, disse satisfeito o atleta, que fez questão de realçar a boa organização da prova e o a excelência do percurso.No sector feminino, a vitória de Sheila Azevedo foi mais fácil. A atleta do Fontainhas fugiu cedo às suas mais directas adversárias e fez uma corrida completamente à parte. Venceu com grande à vontade, sem ter que forçar muito. Julie Deegan, Lina Santos e Sílvia Costa, fizeram uma boa prova, mas sem conseguirem chegar-se perto da vencedora.Sem demonstrar grande desgaste à chegada, Sheila Azevedo garantiu que a maior dificuldade foi o ter que se levantar às quatro da manhã, e depois fazer quase cinco horas de viagem para vir correr a Torres Novas. “Vimos de muito longe, das Fontainhas, perto de Albufeira, no Algarve. É muito longe, essa foi a maior dificuldade. Na prova limitei-me a meter o meu passo e isso chegou para vencer com alguma facilidade”, garantiu a atleta.Encantada com o percurso e com a zona da partida e chegada, Sheila Azevedo, que veio pela primeira vez a Torres Novas, ficou fã. “O percurso é dos melhores que conheço. Não é monótono, tem subidas, descidas e terreno plano, é um percurso muito completo, e depois tem o início e o fim numa zona verdadeiramente idílica. Já viemos a esta prova porque tínhamos boas opiniões sobre a organização, agora de certeza que as outras corridas que aqui se disputam vão continuar a contar com a nossa presença, apesar da distância”, concluiu.Organização sem máculaO I Grande Prémio Cidade de Torres Novas é uma prova da Câmara Municipal Torrejana, que contou com a organização técnica da União Desportiva e Recreativa da Zona Alta, que teve que lidar com dois contratempos com alguma gravidade. Um jovem atleta do Ribeirense sentiu-se mal durante a corrida, caiu e teve que ser transportado ao Hospital de onde teve alta horas mais tarde e depois um atleta correu com o dorsal de um outro concorrente, para estar ao serviço da equipa do Vitória de Setúbal. A situação foi descoberta e a equipa e o atleta foram desclassificados.Mas apesar destes contratempos a organização conseguiu mais uma vez ser elogiada por todos os atletas. O dirigente Raul Santos, confessava-se satisfeito com o departamento de desporto da autarquia, que esteve sempre aberto a todas as suas sugestões.Classificações:Geral masculina – 1º Pedro Pessoa, Casal de Santo António; 2º Carlos Graça, Zona Alta; 3º Sebastião António, Casal de Santo António; 4º Carlos Alves, Vitória de Setúbal; 5º Eusébio Rosa, Casal de Santo António; 6º Mário Silva, “Três Santos Populares”; 7º Igor Timbalari, C.D. Areias de S. João; 8º Messias Dias, 9º Uwe Borsdorf, 10º Serguei Chouka, todos dos “Três Santos Populares”. Geral feminina – 1ª Sheila Azevedo, Fontainhas; 2ª Júlia Deegan, C.A. Pontinha; 3ª Lina Santos, C. V. Liz; 4ª Sílvia Costa, Zona Alta; 5ª Deolinda Maria, C.V. Liz; 6ª Cacilda Branco, “O Alvitejo”; 7ª Alzira Maria, “Três Santos Populares”; 8ª Cristiana Silva, C.V. Liz; 9ª Carolina Fernandes, Ingleses F.C.; 10ª Carolina Feliz, Águas Belas.Por escalões os vencedores foram: Juniores femininos, Telma Alves, “O Alvitejo”. Masculinos, Paulo Gomes, Zona Alta. Seniores femininos, Sheila Azevedo, Fontainhas. Masculinos, Pedro Pessoa, Casal Santo António. Veteranas, Julie Deegan, C.A. Pontinha. Veteranos I, João Luzia, 20 Kms de Almeirim. Veteranos II, João Marques, ACDR Serra. Veteranos III, Virgílio João, C.V. Liz. Veteranos IV, Jaime Gonçalves, Ingleses F.C..Colectivamente, em masculinos venceu o “Três Santos Populares” e em femininos o vencedor foi o C.V. Liz.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...