uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Santarém entre os dez melhores

Novo clube de basquetebol já está formado e vai competir na liga profissional

A região de Santarém vai ter uma equipa na liga profissional de basquetebol masculino. Os responsáveis do Santarém Basket formaram o Basket de Alta Competição de Santarém, equipa que na próxima época vai estar entre os melhores na modalidade em Portugal. O primeiro jogo oficial será em Outubro frente ao FC Porto, actual campeão nacional.

Edição de 14.07.2004 | Desporto
Chama-se Basket de Alta Competição de Santarém e vai ser a décima equipa a entrar na Liga profissional de basquetebol de 2004-2005, ao lado dos grandes clubes nacionais como o FC Porto, actual campeão, e o Benfica. O novo clube, formado de raiz, está ligado ao Santarém Basket, mas vai abranger apenas a equipa sénior masculina. A equipa sénior feminina e os escalões de formação manterão a designação Santarém Basket Clube.Com o Basket de Alta Competição a competir no escalão máximo do basquetebol português, o concelho de Santarém assume-se como uma das regiões do país que mais aposta na modalidade. Recorde-se que o Santarém Basket é o actual campeão feminino e possui ainda 16 equipas de formação.“O Santarém Basket está vocacionado para a área da formação, os dirigentes são os pais dos jovens e este passo tinha de ser dado”, refere José Monteiro, treinador da equipa sénior masculina e um dos fundadores do projecto.O dirigente esclarece que a formação do novo clube é uma forma de proteger o Santarém Basket de qualquer coisa que possa correr mal com o projecto profissional. “Sabemos o que é necessário em termos competitivos, mas existe outro prato da balança com experiências bem recentes de abandonos de clubes da liga que quase fecharam as portas. Alguns deles eram compostos por pessoas e grupos que estavam na alta-roda e que, provavelmente, gastaram mais do que tinham”. A confirmação da entrada do Basket de Alta Competição de Santarém na liga profissional foi conhecida na sexta-feira, dia 9, e José Monteiro diz que foi “histórica” para a região. “Em três épocas termos subido da II B à Liga profissional, foi excelente. Não falhámos nenhum dos objectivos”, reforçou.A escritura do novo clube já está formalizada e o próximo passo será a eleição de corpos gerentes. A maior parte dos sócios fundadores estão ligados ao Santarém Basket e já se sabe que a estrutura directiva vai ser pequena mas suficientemente dinâmica para dar as respostas ao que é a exigência da liga profissional. O Basket de Alta Competição de Santarém vai ter o mesmo logótipo e a mesma cor de camisolas do Santarém Basket.O projecto que foi aprovado pela liga tem um orçamento de 330 mil euros. É caro mas José Monteiro diz que é perfeitamente viável se as diversas entidades, desde as oficiais às privadas, colaborarem. A autarquia já manifestou o seu apoio ao projecto, mas o montante ainda não está definido. Certa é a receita das transmissões televisivas – 40 mil euros.“Um projecto deste tipo deve ser sustentado a 80 por cento pelo próprio projecto e não pelos subsídios que se possam pedir a alguém. Autarquia e clube estão a tentar demonstrar às empresas que este projecto é apetecível. Mas não é só baseado em pedidos de subsídios nem na sponsorização das camisolas que pode criar financiamentos para um projecto desta amplitude”, diz José Monteiro que acredita no envolvimento do tecido empresarial da região.Um dos aspectos a ter em conta para o sucesso da equipa é o plantel escolhido. Um terço dos jogadores vai transitar da época passada, em que o Santarém se apurou para os play-offs finais da Proliga. Depois a equipa vai procurar reforçar-se com jovens cedidos por outra formações e com três ou quatro estrangeiros jovens mas de qualidade. “Serão jogadores jovens que nunca estiveram em Portugal. Alguns deles americanos a sair das universidades. Estamos a partir para a finalização dessas negociações. Também podemos fazer parcerias com alguns clubes para colocar jogadores mais novos a rodar em Santarém”, explicou o dirigente, que confirmou as renovações de Miguel Salvador, João Lopes e Pedro Frade. Ivan Koustorkov, capitão e melhor marcador da formação, foi convidado a integrar a equipa técnica, que será liderada por José Monteiro. António Cruz vai ficar ligado à equipa B, que irá jogar no campeonato da CNB1.O primeiro jogo oficial da equipa já está marcado para dia 13 ou 14 de Outubro. Será a partida de abertura da Liga 2004/2005, e colocará frente a frente o Basket de Alta Competição de Santarém e o FC Porto, actual campeão nacional. Antes, a 16 de Agosto, vão ser conhecidas as duas equipas seniores, masculina e feminina, numa cerimónia onde serão dados a conhecer os atletas e patrocinadores.Equipa femininapara revalidar o títuloA aposta na equipa masculina não vai retirar qualidade à equipa feminina. A garantia é de José Monteiro, que revela que as actuais campeãs nacionais vão lutar para revalidar o título conquistado a época passada frente ao Grupo Desportivo da Escola Secundária de Santo André.Embora haja ainda alguns pormenores por acertar, a maior parte das jogadoras da época passada vai continuar no clube. A maior novidade é para já a saída quase certa de Sónia Reis, que ao fim de quatro anos no Santarém Basket está a caminho da liga espanhola. A jogadora deverá ter-se reunido esta quarta-feira, já depois do fecho desta edição, com os responsáveis do Lugo, clube que actua na primeira divisão, para acertar os termos do contrato.De saída está também Dasa Tuckova, que deverá ser trocada por outra estrangeira, uma vez que na época passada não foi regular no seu nível exibicional.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...