uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Poucos mas bons

Plantel do Riachense ainda muito incompleto no dia da apresentação

Ainda existem muitas indefinições no plantel do futebol sénior do Riachense. No sábado foram apresentados somente três reforços e um total de 17 jogadores. Há outros três atletas na calha para a equipa, que será orientada por João Henriques, mas a sua situação ainda está dependente da desvinculação dos clubes que representaram na época passada.

Edição de 21.07.2004 | Desporto
Fat e Pedro Pereira (ex-Assentis) e Tiago Vieira (ex-Fátima) são para já os poucos reforços que o novo treinador João Henriques tem à sua disposição para iniciar a época. Os jogadores apresentados mas com condicionantes são Murcela, que já quase há dois anos não pode jogar futebol devido a uma lesão que vai ser novamente operado, Pedro Galrinho, que ainda não se sabe se vai continuar a jogar, e Miranda, que ainda não sabe se vai conseguir conciliar o horário de trabalho com o dos treinos.Mas esta situação não preocupa o vice-presidente para a área do futebol do Riachense, Luís Lopes, que garantiu que estão a ser feitos todos os esforços para resolver as situações dos jogadores e reforçou a ideia de que o plantel que vai estar à disposição de João Henriques, ficará completo em breve. “Serão 19 ou 20 jogadores no máximo e durante a primeira semana de treinos o problema ficará totalmente resolvido”, garantiu.A prioridade da actual direcção vai estar totalmente virada para a procura de condições para a construção de um complexo desportivo e de uma sede social, e alargar a formação a todos os escalões etários, das escolas aos juniores. “Tudo isto sem descurar a manutenção da equipa sénior na terceira divisão nacional e ter uma participação condigna na Taça de Portugal, esses sim os principais objectivos para esta época”, referiu Luís Lopes.Luís Lopes chamou ainda a atenção para a estabilidade do plantel do Riachense, onde Miguel Cunha, Lula e Milu já têm mais de 18 anos ao serviço do clube. “É baseado nesta estabilidade que procuramos novos jogadores, não nos vamos precipitar na escolha. Não pretendemos apenas bons atletas. Temos sempre o cuidado de analisar e proporcionar a quem vem de novo a sua integração, e por isso tentamos sempre fazer apostas correctas”.Para já, e com as condicionantes já apontadas, João Henriques vai ter ao seu dispor, os jogadores, Rui Maltez, Milu, Pedro Galrinho, Miguel Cunha, Octávio, Miranda, Murcela, Lula, Chambel, que vai acumular as tarefas de treinador adjunto e de jogador, João Lopes, Nuno Paulo, Hugo Costa, Pedro Carriço e Alvegas, que transitam da época anterior, a que se juntam os três reforços já referidos.Este cenário não assusta o jovem técnico João Henriques, que prometeu muito trabalho, exigência e rigor, para levar as coisas a bom porto. “Queremos que o Riachense seja uma tradição com futuro. Estou convicto que todas as lacunas ainda existentes no plantel se vão resolver a curto prazo, e quando chegarmos ao início da época estaremos em condições de defender e dignificar o Riachense”, referiu.Para além dos treinos diários, o Riachense tem já marcados os seguintes jogos treino: dia 28 de Julho, às 20h00, apresentação do plantel aos sócios em jogo com o Abrantes. Dia 4 de Agosto, 20h00, jogo em riachos com o Cartaxo. Dia 7 de Agosto, 20h30 jogo no Coronel Mário Cunha, com o Monsanto. Dia 18 de Agosto, Riachense - União de Tomar.Pedro Henriquesé uma carta forado baralhoPedro Henriques, ex-guarda-redes do Cartaxo, apontado na pré-época como uma das aquisições do Riachense para a temporada que se avizinha, é para já uma carta fora do baralho. O facto de estar a estudar em Leiria, está a condicionar a sua vinda para a equipa de Riachos.O responsável pelo futebol do Riachense, Luís Lopes, explicou o que se passava com a vinda de Pedro Henriques. “É um caso difícil de resolver. Quando pensámos na sua contratação havia a hipótese de vir mais um ou dois jogadores de Leiria, mas essa possibilidade gorou-se e o Pedro ficou só. Ainda estamos à procura de uma solução, mas é muito difícil conseguirmos resolver o problema, e embora ainda não tenhamos baixado os braços, considero muito remotas as possibilidades de Pedro Henriques vir jogar para o Riachense”, referiu Luís Lopes.Pedro Henriques é mesmo uma carta fora do baralho. Tanto mais que o Riachense tem já contratado um segundo guarda-redes que vai trabalhar com Rui Maltez, jogador que foi garantido mas cujo nome não foi anunciado.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...