uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
30 anos do jornal o Mirante

Informação municipal via telemóvel

Câmara do Entroncamento na linha da frente das novas tecnologias

Os munícipes do Entroncamento já podem aceder a informações úteis da câmara através de mensagens de telemóvel. O sistema encontra-se actualmente em fase experimental.

Edição de 21.07.2004 | Sociedade
Ser informado via telemóvel sobre inesperados cortes de estradas ou de abastecimento de água ou sobre os horários de abertura e encerramento dos equipamentos municipais já é possível graças ao novo serviço que a Câmara Municipal do Entroncamento quer prestar aos seus munícipes.A iniciativa, pioneira no país, encontra-se numa fase experimental e está a ser dirigido pela empresa Datacrítica. A nível autárquico, o projecto está a cargo do vereador João Fanha (PSD).O Entroncamento foi escolhido por ser uma cidade pequena de características essencialmente urbanas e também porque um dos responsáveis da empresa, Filipe Montargil, é natural do concelho. “É um jovem engenheiro que foi meu aluno”, lembra João Fanha acrescentando que a proposta partiu de Filipe Montargil.O serviço é gratuito e de fácil acesso. Basta entrar no site na Câmara Municipal do Entroncamento (www.cm-entroncamento.pt), clicar em SMS Câmara e seguir as indicações de registo. A partir daí começará a receber informações. Pelo mesmo sistema o munícipe pode enviar as suas questões, que serão respondidas pelos serviços autárquicos. “É um projecto que aproxima os munícipes da vida municipal”, continua João Fanha.Por outro lado, os vários sectores têm de possuir equipamento informático capaz de responder às solicitações e enviar as informações necessárias “É tudo isto que está a ser experimentado e já começámos a trabalhar no projecto há cerca de ano e meio”.Reuniões informatizadasAs novas tecnologias vão também chegar às reuniões do executivo camarário. A partir de Setembro, a acta da sessão ficará pronta no final da reunião. “Começa tudo a ser aprovado em minuta”, diz João Fanha. A metodologia consiste na introdução na lista dos assuntos agendados, a chamada ordem do dia, das propostas de deliberação e, após a discussão dos processos, basta substituir “proposta de deliberação” pelo resultado da votação, à semelhança do que se faz em algumas câmaras da região, como por exemplo Abrantes.Os vereadores que tenham declarações de voto terão de trazê-las escritas para serem de imediato introduzidas na acta. “As reuniões camarárias são sessões de trabalho e deste modo podem ser muito mais eficazes e rápidas”, justifica João Fanha.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...