uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Notas voadoras bem identificadas

Notas voadoras bem identificadas

Edição de 27.07.2004 | O Cartoon da Notícia
Que do céu não cai só água ficou provado com a chuva de notas que na passada semana se abateu sobre a Avenida João Martins de Azevedo, em Torres Novas. De um momento para o outro notas de 50 euros começaram a voar por todo o lado. Para alguns foi uma espécie de multiplicação do subsídio de férias.Menos animado ficou quem as perdeu e que só deu por isso quando chegou à agência bancária para fazer o depósito em papel bem vivo da Casa da Moeda. Dos 5.000 euros que pensava levar só lhe restavam 2.000. Os restantes tinham desaparecido.O protagonista desta desdita tinha guardado as notas de 50 euros nos bolsos das calças, 2.000 euros no da direita e 3.000 no da esquerda. Eram quase três da tarde, hora dos bancos fecharem, e o senhor entrou no carro à pressa, acabando por fechar mal a porta. Próximo dos correios, na Avenida João Martins de Azevedo, deu conta de que a porta batia. Abriu-a e fechou-a, mas nesses escassos segundos as 60 notas que tinha posto no bolso esquerdo saíram porta a fora sem que ele se apercebesse.Enquanto no banco dava pelo desaparecimento do dinheiro, na avenida os passantes entretinham-se a apanhar a inesperada dádiva divina que corria com o vento. A caça ao tesouro foi tão eficaz que das 60 notas de 50 euros que esvoaçaram, só 7 voltaram a aterrar no bolso do dono.
Notas voadoras bem identificadas

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...