uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Mais peixes mortos no Alviela

Presidente da Junta de Vaqueiros aponta o dedo à ETAR de Alcanena
Edição de 28.07.2004 | Sociedade
O presidente da Junta de Vaqueiros, Santarém, apresentou domingo uma queixa na GNR denunciando o aparecimento de dezenas de peixes mortos no rio Alviela.“Fui avisado, por volta das 14h00, para uma nova mortandade junto a um açude do rio”, explicou Firmino Oliveira, lamentando o “abandono” a que os sistemas de saneamento de Alcanena estão votados. “Ninguém liga a isto. O sistema está em ruptura e não há solução”, acusou o autarca da CDU.Nessa tarde apareceram dezenas de peixes mortos a boiar devido às contínuas descargas de efluentes sem tratamento no rio. A Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) apresenta graves deficiências e já está deteriorada. Contudo, o projecto para renovar os equipamentos ainda não foi aprovado pelo Ministério do Ambiente.“Há uma desresponsabilização total de todas as partes, desde os empresários, câmara e Estado, e ninguém dá a cara pelo problema”, criticou Firmino Oliveira.Recentemente, o autarca revelou que tenciona apresentar uma queixa no Tribunal Europeu sobre este assunto, depois da falta de resposta do Estado em resolver o problema da poluição.O MIRANTE/Lusa

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...