uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Scal Areias deixa Ribeira de Santarém

Por causa da requalificação da margem direita do rio Tejo
Edição de 04.08.2004 | Economia
A Scal Areias, areeiro situado junto à ponte D. Luís, em Santarém, não está a laborar desde o início do ano, por ordem da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) de Lisboa e Vale do Tejo. A decisão não se prende com a estabilidade da ponte D. Luís, tendo por base o projecto Almargem, no âmbito da requalificação da margem direita do Tejo, na Ribeira de Santarém.De acordo com o presidente da Junta de Freguesia da Ribeira de Santarém, Vitor Gaspar, com as obras de requalificação em curso deixou de haver acesso ao areeiro, uma vez que a nova estrada não pode comportar o peso dos camiões.Vitor Gaspar afirmou ainda que a Câmara de Santarém tentou ao longo destes meses arranjar um terreno alternativo mas os negócios nunca se chegaram a concretizar. O autarca diz ter conhecimento de que a empresa já arranjou um novo local, a montante da ponte, e que tem o parecer positivo da junta e da câmara.Neste momento falta apenas transferir a maquinaria que ainda se encontra no areeiro junto à Ribeira de Santarém para que a Scal Areias inicia a laboração no novo espaço.O MIRANTE contactou o responsável da Scal Areias mas Jorge Ouro escusou-se a adiantar quaisquer pormenores sobre o assunto por telefone.

Comentários

Mais Notícias

    A carregar...